Soyuz 2.1v

Foguete leve desenvolvido com base no tradicional Soyuz 2

Foguete Soyuz 2.1v é um Soyuz 2 de linha sem os ‘boosters’ (“cenouras”) do modelo 2.1a e 2.1b e com um único motor NK-33 no primeiro estágio

O Soyuz-2 tipo 1v é um veículo de lançamento de classe leve de dois estágios projetado para lançar espaçonaves dos complexos de lançamento de Baikonur e Plesetsk. O foguete foi desenvolvido com base no ’14A15′ Soyuz-2 “estágio 1b”, com a retirada dos ‘boosters’ laterais, a instalação no bloco central do motor NK-33A e do motor controle de atitude RD0110R (desenvolvido pela KBKHA).

A unidade de segundo estágio é emprestada do terceiro estágio do Soyuz-2.1b. O desenvolvimento do veículo lançador leve deveu-se à tendência de aumento da demanda por lançamento de pequenas espaçonaves. A criação do Soyuz-2 “1v” usando as unidades modelo 1b, bem como os complexos técnicos e de lançamento existentes, reduziu drasticamente os custos de desenvolvimento, operação e lançamento de espaçonaves. Para garantir a operação dos sistemas de controle do foguete, o sistema de controle Soyuz-2.1b é usado com a modificação do software e suporte matemático, e uma mudança na instrumentação. As modificações foram feitas no lançador Soyuz-2.1v para fazer a interface com o dispositivo de lançamento: na unidade de 1º estágio, quatro suportes são instalados para as lanças de retenção da estrutura de lançamento; na cauda do bloco do 1º estágio, são instalados outros quatro suportes para as guias da estrutura de lançamento.

O foguete tem uma massa que varia de 157 a 160 toneladas, com um comprimento máximo de 44 metros; um diâmetro máximo do primeiro estágio de 2,95 m, diâmetro da carenagem de cabeça de 3 metros.

O primeiro estágio do Soyuz 2-1v compartilha algumas semelhanças com os veículos Soyuz 2, mas vários componentes são alterados: o diâmetro da seção inferior do primeiro estágio é aumentado para 2,66 metros, enquanto o diâmetro máximo permanece em 2,95 metros; o comprimento também permanece em 27,8 metros. O primeiro estágio usa oxidante de oxigênio líquido e combustível de querosene para consumo de um único motor NK-33 de 1.630 Kilonewton sem basculamento e um motor de direção RD-0110R de quatro câmaras basculantes que gera 213,6 kN de empuxo no lançamento. Produzindo 11,6% do empuxo total na decolagem, o RD-0110R também contribui para o desempenho geral do veículo e não é um motor de direção apenas.

Carregado com cerca de 145 toneladas de querosene de nível de foguete e oxigênio líquido sub-resfriado, o Soyuz 2-1v é exposto cerca de 30 minutos antes da decolagem, quando as duas metades da estrutura de serviço são retraídas para a decolagem. Dez minutos antes do lançamento, o resfriamento final crítico do motor NK-33 é iniciado e a sequência de contagem regressiva terminal começa pouco depois para colocar o Soyuz nas configurações finais antes do lançamento.

O Soyuz 2-1v retém a sequência de “hot staging” (separação quente) entre o primeiro estágio Bloco A e o segundo estágio Bloco I modificado, ocorrendo cerca de dois minutos de voo quando o segundo estágio com o motor RD-0124 é acionado e os pirotecnicos de separação iniciam para habilitar o segundo estágio para seguir em direção à órbita. Logo após a ignição do segundo estágio Bloco I, a carenagem protetora do foguete deve ser descartada, indo para um impacto a 1.550 quilômetros do Cosmódromo de Plesetsk. O estágio Bloco I é encarregado de uma queima de cerca de quatro minutos e 35 segundos, consumindo 25 toneladas de LOX e querosene-naftil com seu motor de quatro câmaras de 294,3 Kilonewton.

Após a separação do Volga, o estágio superior altamente manobrável com capacidade de partida múltipla é responsável pela missão que pode incluir um perfil de vôo de duas queimas com a queima inicial em uma órbita de transferência elíptica e a segunda queima atuando como circularização. O Volga tem 3,1 metros de diâmetro e 1,03 metros de comprimento, transportando entre 300 e 900 kg de propelente, dependendo dos requisitos específicos da missão. O estágio superior possui um motor principal de 2,94kN, propulsores de controle de atitude e uma plataforma de navegação de última geração que inclui rastreadores de estrelas para injeções orbitais mais precisas.

Capacidades do foguete

Inclinação da órbita , ºMassa da carga útil, kg
62,82.800
82,43.000
99,32.630
%d bloggers like this: