Ekspress ‘AMU-7’ e ‘-3’

Satélites de comunicação russos

As espaçonaves Express-AMU7 e Express-AMU3 são veículos comerciais de telecomunicações geoestacionários da classe média, fabricados pela empresa Sistemas de Satélite de Informação em homenagem ao acadêmico M.F. Reshetnev ( com base na plataforma de satélite Express-1000N no interesse do operador de satélite russo FGUP Kosmicheskaya Svyaz para o desenvolvimento da constelação orbital da Federação Russa. Eles são projetados para fornecer serviços fixos e móveis, transmissão de TV digital e rádio, acesso à Internet de alta velocidade, bem como transmissão de dados na Rússia e nos países parceiros nas bandas C, Ku e L. O design modular dos veículos permite a fabricação paralela e independente e o teste da plataforma e da carga útil. O uso de uma plataforma de alta tecnologia, segundo o fabricante, garante altas características técnicas e operacionais da espaçonave.

Ekspress AMU-7

A Express-AMU7 é projetada para operar em uma posição orbital de 145 ° de longitude leste e está equipada com 16 transponders ativos e dois adicionais operando através do uso de equipamento de backup na banda C, 20 transponders ativos na banda Ku e 1 transponder ativo na banda L. O dispositivo inclui uma carga útil projetada para recepção, amplificação de baixo ruído e conversão de frequência do sinal recebido, de acordo com a largura de banda do canal, bem como retransmissão do sinal recebido. Na banda C, são 16 transponders linearizados ativos e 2 transponders adicionais que funcionam por meio do uso de equipamento de backup; são acompanhados por dois radiofaróis na banda Ku, e 20 transponders linearizados ativos, com um farol na banda L e um transponder ativo.

Posição 145º
Ekspress AMU-3

Express-AMU3: O satélite foi projetado para operar em uma posição orbital de 103 ° E e está equipada com sete transponders ativos na banda C e dois transponders ativos na banda L. A banda Ku tem uma arquitetura reconfigurável: 8 transponders ativos (Missão 1) 22 transponders ativos (Missão 2); A espaçonave tem uma carga útil projetada para recepção, amplificação de baixo ruído e conversão de frequência do sinal recebido, de acordo com a largura de banda do canal, bem como retransmissão do sinal recebido. A carga útil permite a operação simultânea de: na banda C, são sete transponders linearizados ativos e um farol na banda Ku, com uma arquitetura reconfigurável com oito transponders ativos (missão 1) e vinte e dois transponders também ativos (para a missão 2), com um farol; Já para a banda L são dois transponders ativos.

Posição 103º
%d bloggers like this: