Chineses reconfiguram sua estação espacial

Módulo WenTian troca de posição e abre caminho para próxima etapa de construção

Após a relocação, assim está a configuração da estação espacial chinesa

A estação espacial chinesa Tiangong mudou de formato hoje, 30 de setembro de 2022 no horário de Pequim, quando o módulo de laboratório WenTian passou da porta frontal do módulo-base TianHe para a porta lateral direita, abrindo caminho para a chegada do próximo elemento, o módulo MengTian, que deve ser lançado nas próximas semanas. Agora, a estação assume o formato de letra ‘L’, assimétrico, e permanecerá assim até que o novo módulo seja acoplado à frente do TianHe e depois seja movido para o lado esquerdo, completando a construção do complexo orbital chinês. A estação orbital tem uma massa de cerca de 62 toneladas (os módulos TianHe e WenTian pesam 20 toneladas cada, a espaçonave de transporte Shenzhou 14 tem 8 toneladas e o cargueiro espacial Tianzhou-4, cerca de 14 toneladas).

Imagens das câmeras externas mostraram a movimentação do módulo

Às 12h44, após aproximadamente um hora de trabalho, o módulo experimental concluiu sua relocação. Durante a transposição, as equipes de solo em Pequim e os taikonautas a bordo primeiro configuraram os sistemas e depois separaram o WenTian do módulo principal Tianhe. Em seguida, o manipulador robótico do módulo foi empregado para completar a movimentação, sendo reacoplado na porta lateral no compartimento de transferência. Esta é a primeira vez que a China emprega esse mecanismo para concluir a realocação de módulos em grande escala.

Configuração anterior do complexo espacial chinês, com o módulo WenTian engatado na frente do compartimento de transferência do módulo-base TianHe
Relocação do WenTian passando da frente do compartimento de transferência usando seu manipulador
Configuração atual do complexo espacial, com o WenTian acoplado na porta direita do compartimento de transferência
A imagem mostra o braço de realocação do módulo WenTian

A estação espacial chinesa tem dois braços robóticos especializados em movimentar cargas no exterior, e cada módulo de laboratório possui um, menor, especialmente dedicado a fazer a mudança de posição no compartimento frontal. Este compartimento de transferência tem a forma esférica e possui quatro sistemas de acoplagem, um na frente, para receber naves tripuladas, de carga ou módulos, dois nas laterais, destinados a encaixar os módulos de expansão, e mais um encaixe na parte inferior, onde se acopla uma nave de transporte de tripulação. Há um quinto sistema de engate na traseira do TianHe, normalmente usado para receber espaçonaves cargueiras.

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

E-Book espaçonave Crew Dragon

Autor: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d blogueiros gostam disto: