Três russos voltam à Terra amanhã

Cosmonautas pousarão sua Soyuz no Cazaquistão na manhã de quinta-feira

Sergey Korsakov, Oleg Artemiev e Denis Matveev

A cosmonave Soyuz MS-21 (espaçonave 11F732A48n° 750), tripulada pelos cosmonautas russos Oleg Artemiev, Denis Matveev e Sergey Korsakov, deve pousar amanhã (29 de setembro de 2022) às 13h57, horário de Moscou (07:57 hora de Brasília) a 148 km sudeste da cidade cazaque de Zhezkazgan. Os cosmonautas decolaram em 18 de março passado e passaram 195 dias a bordo da estação espacial internacional, sendo foram rendidos pela tripulação da Soyuz MS-22, lançada há uma semana. A tripulação é chamada de Os Baumans já que todos os três são graduados da Universidade Técnica Estatal N. E. Bauman de Moscou.

Transmissão no Canal do Homem do Espaço

O fechamento das escotilhas de transferência entre o módulo Prichal do segmento russo da estação e a espaçonave Soyuz está previsto para as 07:15, horário de Moscou (01:05 de Brasilia). Às 10h34 de Moscou – 04:34 Brasilia – a nave deve desacoplar-se do Prichal. O acionamento do motor principal SKD da nave em modo retrofoguete para fazer a frenagem e saída de órbita está previsto para as 13h03 Moscou (06:13 Brasilia), seguido pela divisão da nave em seus compartimentos às 13h31, Moscou (06:31 Brasilia); a reentrada do veículo de descida nas camadas superiores da atmosfera às 13h34, horário de Moscou (06:34 Brasilia). A abertura do pára-quedas principal, a cerca de sete mil metros, será às 13h43 de Moscou – 06:43 Brasilia. O tempo total de voo dos cosmonautas deve chegar a 194 dias, 19 horas e 2 minutos.

Os cosmonautas pousarão a bodo do veículo de descida, ou spusskaemi apparat (SA); antes da reentrada na atmosfera, os compartimentos de habitação e o propulsor, bem como o periscópio, serão descartados. O veículo de descida pousa de paraquedas e com um sistema de retrofoguetes.

A região em torno de Zhezkazgan é local tradicional de pouso de naves desde a Era Soviética, quando algumas das primeiras Soyuz aterrissavam lá após missões nas estações Salyut e Mir. No idioma cazaque, “Zhezkazgan” significa “lugar onde se escava cobre”; em russo, a pronúncia usada até 1992 era ‘Dzhezkazghan’. Está localizada na bacia do rio Kara-Kengir e foi fundada em 1939 como o Assentamento de Trabalho de Kengir, e em 1941 renomeada Bolshoi Dzhezkazgan. Em dezembro de 1954, por decreto do Presidium do Conselho Supremo da República Socialista Soviética do Cazaquistão, o assentamento recebeu o status de cidade. É uma área de mineração de cobre, e importante centro de metalurgia não-ferrosa no Cazaquistão.

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

E-Book espaçonave Crew Dragon

Publicidade

Autor: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d blogueiros gostam disto: