Astronautas da Shenzhou 14 fazem sua segunda caminhada espacial

A saída ao espaço durou cinco horas

Os astronautas chineses da missão Shenzhou-14 iniciaram sua segunda atividade extraveicular (EVA no jargão astronáutico) no sábado – dia 17 de setembro de 2022, de acordo com a Agência Espacial para voos Tripulados da China (CMS). O taikonauta Cai Xuzhe, abriu a cabine do módulo de laboratório Wentian da Estação Espacial da China às 13h35 Horário de Pequim. Às 15h33, Cai e seu colega Cheng Dong saíram com sucesso da cabine estanque do módulo Wentian e às 17h47, a tripulação da Shenzhou-14 completou com sucesso a atividade extraveicular, que durou cerca de cinco horas, anunciou a CMS.

Taikonautas fora da estação espacial

Durante a EVA, a tripulação realizou operações, incluindo a instalação de um encaixe (âncora ou ‘foot-stop’), que é usado para fixar os pés dos astronautas no grande braço robótico, e uma alça de assistência, que pode ajudar a abrir a porta da escotilha do lado de fora em caso de emergência. Os taikonautas também instalaram bombas adicionais no equipamento principal do sistema de controle térmico da estação espacial, e realizaram pela primeira vez um ensaio de resgate extraveicular. No ensaio, o astronauta Cai Xuzhe simulou perder a consciência e Chen Dong simulou seu resgate, guiando-o para a eclusa de estanque do módulo.

As tarefas eram auxiliadas pelo pequeno braço robótico no módulo Wentian. A terceira taikonauta, Liu Yang, estava no módulo central TianHe para dar suporte. (Cai Xuzhe ficou dentro do TianHe para suporte durante a primeira saída ao espaço da missão, feita no dia 2 de setembro por Liu e Chen).

O trio completou com sucesso a primeira atividade extraveicular da cabine do módulo de laboratório Wentian que durou cerca de sete horas. A equipe, muitas vezes chamada de “a equipe mais ocupada até hoje”, vem trabalhando em várias missões desde o início de setembro. Eles começaram a se preparar para atividades cada vez mais complexas quase imediatamente após sua primeira saída ao espaço . “EVAs relativamente frequentes podem ajudar a tornar a caminhada espacial uma atividade regular”, disse Pan Shunliang, vice-designer-chefe do Departamento de Design Geral da Academia de Tecnologia Espacial da China, explicando as razões para o cronograma apertado de EVAs. As EVAs regulares são uma capacidade necessária para as estações espaciais. Para atingir este objetivo, os astronautas e o pessoal de controle de solo precisam ser qualificados em cooperação com vários exercícios, disse Pan.

Configuração atual da estação espacial chinesa

“Os dois taikonautas fora da estação e o de dentro devem se coordenar. Outros departamentos em terra, incluindo nosso sistema de estação espacial, sistema de astronautas, Centro de Controle de Voo Aeroespacial de Pequim e o sistema de medição e comunicação, também precisam ser coordenados”, disse Pan. “Especialmente no estágio de operação, pode ser necessário transferir as asas solares do módulo central para ambos os lados dos módulos de laboratório. Isso requer várias caminhadas espaciais regulares e, portanto, as caminhadas espaciais são conduzidos para preparar e testar nossa capacidade para caminhadas espaciais”, explicou.

Em 6 de setembro, os taikonautas conversaram com jovens africanos. Eles também colheram e provaram repolho cultivado no espaço, e celebraram o Festival do Meio Outono, a primeira tripulação a fazê-lo do espaço. Enquanto marcavam 100 dias no espaço esta semana, Yin Rui, vice-comandante-chefe do sistema de astronautas do CMS, disse que há mais a esperar da segunda metade da permanência da tripulação da Shenzhou-14 em órbita.

Após a acoplagem do módulo MengTian, a ser lançado em outubro, a estação chinesa assumirá a forma de letra T

“A estação espacial da China estará pronta antes de dezembro e sua estrutura em forma de T estará em plena configuração 400 km acima da Terra. Essa imagem mostrará o melhor da sabedoria chinesa e do povo chinês”, disse Yin. A China está programada para lançar o módulo de laboratório Mengtian em outubro. Após o Mengtian, o país enviará a espaçonave de carga Tianzhou-5 e a nave tripulada Shenzhou-15 para a estação ainda este ano. Os tripulantes da Shenzhou-15 se juntarão aos astronautas da Shenzhou-14 para a primeira troca de tripulação na sua estação espacial.

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: