Russos fazem nova caminhada espacial na ISS

Artemiev e Matveev terminaram a instalação do braço robótico europeu

No sábado, 3 de setembro de 2022 – horário de Moscou, os cosmonautas da Roscosmos , Oleg Artemyev e Denis Matveev, realizaram mais uma atividade extraveicular, designada VKD-54A, de 7 horas 47 minutos 37 segundos, pela a escotilha de saída do módulo Poisk da estação espacial internacional.

Durante a caminhada espacial sob o programa russo com duração de 7 horas e 47 minutos, os cosmonautas Oleg Artemyev e Denis Matveev prepararam o manipulador remoto europeu ERA para operação. Na superfície externa do módulo de laboratório multifuncional Nauka, os cosmonautas instalaram uma plataforma com adaptadores, transferiram o painel de controle externo do console EMMI para o ponto -base BTL-3 e o conectaram, montaram dois corrimãos flexiveis, ajustaram os acionamentos TRM nos atuadores de extremidade KE-1 e KE-2 do manipulador ERA e removeram o anel de base do atuador KE-1.

A escotilha do módulo Poisk foi aberta por volta das 16h25, horário de Moscou. Como de costume, os cosmonautas primeiro instalaram o anel de proteção na borda da escotilha, que foi concluída às 9h30. Matveev imediatamente obteve permissão do solo para sair do Poisk, já que a estação estava se aproximando do nascer do sol orbital por volta das 9h33 EDT. Artemiev então recebeu um “GO” (‘aprovado’) para sair do Poisk às 9h39 EDT e foi visto do lado de fora em três minutos.

Artemiev e Matveev substituíram telas de proteção para a câmera de vídeo CLU-1 no atuador KE-1, testaram o controle do manipulador do console EMMI e instalaram um bloqueador no mastro de carga do GTM- 1. Além disso, eles concluíram uma tarefa adicional – eles transferiram a lança Strela GSTM-2 do bloco de carga funcional Zarya para o módulo Poisk. Com o comissionamento do ERA, os guidastes de carga “Strela” GsTM 1 e 2 não serão mais necessárias e são transferidas para a reserva. Agora eles serão usados ​​para aumentar a rigidez de todo o sistema multimódulo do segmento russo.

As tarefas incluíram:

  • Transferência para o console EMMI anexado ao corrimão nº 4401, remoção da EMMI;
  • Transferência do EMMI para ponto base BTL3, fixação do EMMI ao corrimão nº 4108;
  • Fiação do EMMI ao ponto base BTL3;
  • Testar controles do ERA usando o painel do EMMI;
  • Transferência de EMMI para o modo de armazenamento.
  • Substituição do vidro de proteção na câmera CLU1 no atuador KE1 na ERA;
  • Instalação de um retentor no GStM1;
  • Extensão do GStM2 entre o compartimento frontal ‘GA’ do módulo Zarya e o compartimento Poisk MIM2.

Esta foi a 64ª saída russa como parte do projeto ISS e a sexta em 2022. Para Oleg esta foi a oitava saída na carreira espacial (marcando um total de 53 horas e 31 minutos), para Denis Matveev – a quarta (26 horas e 8 minutos). Desde março de 1965, 72 cosmonautas da URSS e da Rússia realizaram 160 saídas em escafandros espaciais russos Orlan MKS.
Artemiev usou o escafandro Orlan-MKS n° 5 com listras vermelhas, com a câmera n° 16 instaçada sobre o capacete fixo; e Matveev, o Orlan-MKS n° 4 com listras azuis e a câmera n° 20.

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: