China lança espaçoplano reutilizável pela segunda vez

“Chongfu Shiyong Shiyan Hangtian Qi” deve fazer voo de teste

O CSSHQ deve ter dimensões similares ao do X-37B americano
Foguete CZ-2F/T em foto atribuída ao lançamento do espaçoplano de teste

A China lançou com sucesso na quinta-feira, 4 de agosto de 2022, pela segunda vez sua espaçonave experimental reutilizável usando um foguete Longa Marcha-2F/T número 2F-T4. O segundo voo do Chongfu Shiyong Shiyan Hangtian Qi, (重复使用试验航天器, CSSHQ ou ‘Veículo Espacial de Teste Reutilizável’) foi lançado por volta de 16:03 UTC (13:03 de Brasília) da plataforma 43/91 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan, no noroeste do país. O espaçoplano entrou em uma órbita de 346 x 593 km, inclinada em 49,99 graus. A espaçonave de teste permanecerá em órbita por um período de tempo não anunciado antes de retornar ao seu local de pouso programado na China. Durante este período, como planejado, serão testadas tecnologias para veículos reutilizáveis ​​e voos orbitais, “a fim de criar uma base técnica para a exploração pacífica do espaço” , disse a mídia oficial chinesa. Este foi o 18º lançamento de um veículo lançador Longa Marcha 2F.

Concepção artística chinesa do espaçoplano em órbita

Como parte deste lançamento foram catalogados inicialmente três objetos em órbita: 2022-093A/53357 e 2022-093B/53358, todos em 346 x 593 km x 49,99 graus. Depois, foi relatado que foram oito os objetos em órbita associados a este lançamento:
2022-093A/53357 em 346 x 593 km x 49,99°
2022-093B/53358 em 350 x 590 km x 49,98°
2022-093C/53359 em 335 x 671 km x 50,30°
2022-093D/53360 em 340 x 690 km x 50,33°
2022-093E/53361 em 345 x 827 km x 49,75°
2022-093F/53362 em 346 x 846 km x 49,80°
2022-093G/53363 em 317 x 619 km x 50,02°
2022-093H/53364 em 490 x 644 km x 50,03°

Concepção artística da nave em órbita

Os militares estão ocupados com o uso de aviões aeroespaciais como armas espaciais. Neste aspecto, a China oficialmente anuncia que “… não é a primeira a fazer esse tipo de transformação, mas nunca desistirá dos preparativos a esse respeito e esperará que os Estados Unidos desenvolvam uma versão armada do avião aeroespacial primeiro.” No entanto, o X37B americano não tem capacidade armada e só pode ser usado como satélite espião ou plataforma de testes, e ainda está longe de ser um bombardeiro aeroespacial ou um caça aeroespacial. E se a China insistir no desenvolvimento de naves aeroespaciais e realizar voos tripulados, os paçoplanos terão uma capacidade de montagem e espaço de carga relativamente grandes, e será bastante fácil montar temporariamente ogivas nucleares ou mísseis interceptores antimísseis.

Foguete Longa Marcha 2F/T

Quanto à exata forma da CSSHQ, embora não haja notícias oficiais, a julgar pela mídia , não há fotos, existem apenas algumas descrições vagas da espaçonave. De acordo com a tradição chinesa de “menos palavras, coisas maiores”, este não é um veículo espacial comum. A China lançou há algum tempo uma nova geração de espaçonaves tripuladas, a XZF, e fez relatórios vigorosos, com fotos divulgadas livremente. Em outras palavras, a espaçonave reutilizável lançada desta vez é de grande importância e a missão é secreta, então a publicidade foi “conservadora”.

Aeronave de teste Shenlong montada num bombardeiro H-6

De acordo com o exposto, a “nave espacial reutilizável” recém lançada deve ser muito maior do que a nave espacial tripulada Shenzhou, talvez equivalente ou ligeiramente maior que o orbitador americano X-37B. Na aparência, deve ser equivalente ao modelo de aeronave aeroespacial Shenlong montado num bombardeiro H-6 que foi divulgada em 2007.

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: