Astra fracassa em tentativa de lançamento

Dois satélites TROPICS foram perdidos por falha de segundo estágio

O foguete Astra Rocket 3.3 LV0010 que transportava dois pequenos satélites de rastreamento de furacões TROPICS da NASA não conseguiu atingir órbita no domingo (12 de junho) após um mau funcionamento após a decolagem. O foguete chamado Veículo de Lançamento 0010 (LV0010), sofreu uma falha no segundo estágio após decolar da plataforma SLC-46 da Estação da Força Espacial de Cabo Canaveral, na Flórida, às 14:43 Brasilia (17:43 GMT). Os dois cubesats, os primeiros de uma constelação de seis satélites a rastrear furacões como parte de uma missão de US$ 30 milhões, foram perdidos. O motor Aether do segundo estágio funcionou 70 segundos a menos do que o planejado – naquele momento a velocidade era de 6,5 ​​km/s ( menor que a orbital). O motivo do incidente ainda é desconhecido – provavelmente não havia propelente suficiente nos tanques. Estimou-se que os restos do estágio, o adaptador de carga e os satélites reentraram a cerca de 400 km de Dakar, no Senegal, na costa africana. O custo de um lançamento é de US$ 2,5 milhões.

“Tivemos um voo nominal de primeiro estágio; no entanto, o motor do estágio superior desligou cedo e não entregamos nossas cargas úteis à órbita”, disse Amanda Durk Frye, gerente sênior do primeiro estágio e produção de motores, da Astra, durante comentários ao vivo do lançamento. “Compartilhamos nossos arrependimentos com a NASA e a equipe de carga útil”, acrescentaram funcionários da Astra em uma atualização do Twitter. “Mais informações serão fornecidas depois de concluirmos uma revisão completa dos dados”. A tentativa de lançamento de domingo foi inicialmente marcada para as 13h Brasilia (1600 GMT), mas foi atrasada por um barco na zona de lançamento e um problema de abastecimento.

Foguete Astra Rocket

A missão LV0010 carregava os primeiros satélites da estrutura de Observações de Precipitação Resolvidas no Tempo e intensidade de tempestade com uma constelação de pequenos satélites (TROPICS). Foi a primeira de três missões planejadas este ano pela Astra, cada uma carregando dois cubesats, para completar a constelação de observação de furacões. O acordo TROPICS de três missões da empresa com a NASA vale um total de US$ 7,95 milhões.

… o “TROPICS nos dará visões muito frequentes de ciclones tropicais, fornecendo informações sobre sua formação, intensificação e interações com seu ambiente e fornecendo dados críticos para monitoramento e previsão de tempestades”, Scott Braun, meteorologista pesquisador do Goddard Space Flight Center em Greenbelt, Maryland, disse em um comunicado antes do lançamento.

Usando três pares de satélites, cada um em uma órbita diferente, a NASA esperava monitorar furacões e tempestades tropicais a cada hora. Não está claro se a agência ainda pode fazer isso com apenas quatro satélites, ou se os dois perdidos na falha de lançamento de hoje serão substituídos.

O lançamento fracassado de domingo foi o segundo acidente este ano para a Astra. Em fevereiro, a empresa com sede na Califórnia não conseguiu lançar quatro cubesats da NASA como parte da missão ELaNa 41, um voo que também foi realizado em sua plataforma de lançamento na Flórida e marcou a primeira tentativa de lançar cargas úteis para um cliente. Um problema com a carenagem de cabeça do foguete foi o culpado, com o Astra implementando uma correção para evitar uma recorrência. Foram duas falhas durante o voo do primeiro estágio, duas durante a fase de segundo estágio e uma por falha na separação da carenagem.

A empresa alcançou com sucesso a órbita com cargas úteis de clientes um mês depois, quando seu foguete LV0009 decolou da plataforma no Complexo do Porto Espacial do Pacífico na Ilha Kodiak, no Alasca, onde a empresa havia lançado quatro voos de teste anteriores. O primeiro lançamento orbital bem-sucedido da empresa ocorreu em um desses voos de teste em novembro de 2021.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: