Falcon 9 lançará Nilesat 301

Foguete da SpaceX colocará satélite egípcio de comunicações em órbita geostacionária

Sumario do voo

A operadora de satélites egípcia Nilesat fez parceria com a SpaceX para o lançamento do satélite de comunicações geoestacionário Nilesat-301 num foguete Falcon 9. O satélite é baseado no chassi Spacebus 4000-B2 e pesa cerca de quatro toneladas no lançamento, oferecendo uma vida útil superior a 15 anos. O Nilesat-301 ajudará a estender o fornecimento da empresa de comunicações em banda Ku e serviços de transmissão digital direta em duas novas grandes regiões da África, além de fornecer conectividade de banda Ka em todo o Egito. O foguete Falcon 9 v1.2 FT Block 5 número B1062-7 lançará a missão, decolando a partir do SLC-40, Cabo Canaveral SFS, Flórida, EUA, às 21:04 UTC UTC (18:04 Brasília); este será o sétimo voo deste ‘booster’. O core de primeiro estágio foi usado nas missões GPS III SV04, GPS III SV05, Inspiration4, Starlink 4-5, Axiom Ax-1 e Starlink 4-16. O foguete deverá pesar 567.690 kg nio lançamento.

O primeiro estágio pousará na balsa-drone Just Read the Instructions, estacionada no Atlântico e rebocada pelo barco de apoio Finn Falgout; e as coifas da carenagem de cabeça serão recuperadas no oceano pelo navio ‘Bob‘.

A previsão do tempo prevê, para 8 de junho, 60% de tempo favorável e para o dia 9, 70%.

Ahmed Anis, CEO da The Egyptian Satellite Company Nilesat, anunciou que o Nilesat 301 vai substituir o Nilesat 201, cuja vida útil termina em 2028. Anis disse em declarações à imprensa que 8 de junho foi definida como a data de lançamento do satélite após o término de todas as operações de teste e operação que se seguiram à transferência do satélite egípcio desde a sede da Thales Company na França, onde foi fabricado até a base de lançamento na Flórida, EUA. O processo de lançamento será realizado pela SpaceX. Anis indicou que o processo de fabricação do satélite levou cerca de dois anos e meio, e que estava programado para ser lançado no início do ano, não fossem as circunstâncias do COVID-19. E sobre as capacidades técnicas do novo satélite, Anis disse que o NileSat 301 tem 38 transponders em comparação com 26 transponders no Nilesat 201. Ele acrescentou que o novo satélite ampliaria a cobertura. Além das áreas cobertas pelo atual, serão contemplados os países da África Austral e da bacia do rio Nilo, a fim de alcançar uma maior comunicação com os povos do continente africano e acompanhar os rumos da liderança política no aprofundamento das relações egípcias-africanas.

F9 BL5 B1062.7 na plataforma
Nilesat 301 em concepção artística. O satélite, a ser lançado no slot 7° Oeste da Nilesat, é uma plataforma Thales Alenia Spacebus-4000B2 e deverá pesar 4.100 kg no lançamento. Tem transponders em banda Ku e em banda Ka para transmissão direta de televisão, rádio e dados no Oriente Médio e Norte da África.

As capacidades do novo satélite também incluem o fornecimento de serviços de Internet de banda larga para cobrir a República Árabe do Egito e áreas remotas para fornecer serviços de Internet para novos projetos, projetos de infraestrutura, novas comunidades urbanas e campos de petróleo no Mediterrâneo oriental, especialmente o campo de Zohr. O CEO da Nilesat indicou que a prestação deste serviço atinge a integração com o satélite egípcio (Tiba 1), que foi lançado no final de novembro passado. Assim, o Egito poderá fornecer serviço de Internet via satélite por meio de dois satélites para garantir a segurança e a continuidade desse serviço.

Perfil de voo do Falcon 9 1.2 FT

CONTAGEM REGRESSIVA
hh: min:s EVENTO

00:38:00 Diretor de lançamento da SpaceX verifica o carregamento de propelente
00:35:00 RP-1 (querosene grau de foguete) sendo abastecido nos tanques
00:35:00 Abastecimento dos tanques do primeiro estágio com LOX (oxigênio líquido) sendo abastecido nos tanques
00:16:00 Carregamento de LOX do segundo estágio sendo abastecido nos tanques
00:07:00 Falcon 9 inicia resfriamento dos motores (chilldown)
00:01:00 Computador de voo emite comando para decolagem nas verificações finais de pré-lançamento
00:01:00 A pressurização do tanque de propelente para a pressão de voo é regulada e conferida
00:00:45 Diretor de lançamento da SpaceX verifica o lançamento
00:00:03 O controlador comanda a sequência de ignição dos motores para decolagem
00:00:00 Decolagem do Falcon 9

Lançamento, aterrissagem e liberação da carga útil
Todos os tempos aproximados

hh: min:s EVENTO
00:01:12 Max Q (momento de máximo de estresse mecânico no foguete)
00:02:34 Corte dos motores principais do 1º estágio (MECO)
00:02:37 primeiro e segundo estágios separados (estagiamento)
00:02:45 Ignição dos motores do 2º estágio
00:03:24 Liberação de carenagem
00:06:28 Começa a queima de entrada do 1º estágio
00:06:50 Queima de entrada do 1º estágio concluída
00:08:05 Corte dos motores do 2º estágio (SECO)
00:08:19 Começa a queima de pouso do 1º estágio
00:08:42 Pouso do primeiro estágio
00:26:56 Segunda ignição do motor do 2º estágio
00:28:02 Corte do motor do 2º estágio (SECO-2)
00:33:13 Liberação do Nilesat 301

Imune a interferência

Sobre as operações de interferência a que os satélites estão expostos de tempos em tempos, Ahmed Anis disse que o Nilesat 301 foi fabricado de acordo com uma tecnologia avançada que permite identificar sozinho e automaticamente qualquer fonte de interferência. Ele também será capaz de lidar com as interferências para fornecer um seguro total para os canais de televisão que operam nele. O novo satélite caracteriza-se também pela capacidade de manobrar as antenas para alterar as áreas de cobertura de acordo com as necessidades dos países africanos, que são um novo mercado para os satélites Nilesat. Anis também indicou que foram realizadas intensas negociações para ampliar e aprofundar as parcerias estratégicas com as principais entidades que atuam na área de transmissão de canais por satélite com nossos irmãos no Reino da Arábia Saudita, Kuwait, Emirados Árabes Unidos e Jordânia, e em particular com a United Media Empresa de Serviços, OSN, SES e Gulfsat Kuwait.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: