China lançará Shenzhou-14 em 4 de junho

Missão terá três astronautas e durará seis meses

Foguete CZ-2F/G indo para a plataforma de disparo em Jiuquan

A China deve lançar três astronautas na nave Shenzhou-14, à sua estação espacial Tiangong, a partir do Centro Espacial de Jiuquan por volta das 02:44UTC do dia 5 de junho de 2022, (10:44 hora de Pequim já dia 5, ou 23:44 de Brasília do dia 4). Espera-se que os três astronautas, cujas identidades ainda não foram oficialmente reveladas, permaneçam a bordo do módulo Tianhe por cerca de seis meses. A tripulação receberá dois novos módulos , os Wentian e Mengtian, em julho e outubro.

Emblema divulgado anteriormente

A tripulação

Espera-se que e tripulação seja formalmente apresentada em 4 de junho. Envelopes e selos comemorativos do voo foram publicados. Embora os rostos dos tripulantes estejam cobertos por emojis de corações, os analistas chineses descobriram que o 02º seria Liu Yang, e o 01º tinha um nome de dois caracteres, o que foi interpretado como sendo os nomes de Chen Dong ou Liu Wang. Outras fontes informam que a equipe será formada por Liu Wang, Liu Yang e Cai Xuzhe; outra fonte chinesa cita Chen Dong no comando: 陈冬 (Chen Dong), 刘洋 (Liu Yang), e 蔡旭哲 (Cai Xuzhe).

A presença de uma mulher, Wang, primeira mulher chinesa no espaço, é sugerida por algumas cargas a bordo do cargueiro espacial TianZhou-4, onde estão acondicionados produtos de beleza de alta tecnologia do Shanghai Jialan Group: Meisu Space Cream, Natural Hall Men’s Glacier Moisturizing Lotion e Natural Hall Small Golden Pen Lipstick.

Transmissão ao vivo pelo Homem do Espaço

Suspeita de ‘jammeamento’ em Jiuquan

A equipe do centro de lançamento descobriu um dispositivo de jammer há algumas semanas : Os cientistas e engenheiros levaram vários dias para analisar e rastrear os sinais de interferência que apareciam repetidamente perto da plataforma de lançamento. O gerador de interferência poderia fazer com que o foguete com a nave se desviasse da trajetória. Foi o primeiro incidente desse tipo na história e inda não está claro se foi uma tentativa de sabotagem ou outra coisa. A ameaça foi neutralizada, e quem estava por trás disso não está claro.

Versão atualizada, supostamente contendo os ideogramas dos nomes dos astronautas
Espaçonave Shenzhou, de 8 toneladas

No início deste mês, a espaçonave de carga Tianzhou-4 acoplou no Tianhe, transportando suprimentos em preparação para a chegada da nova tripulação. A espaçonave de carga Tianzhou-4 transportou 6 toneladas, com um total de mais de 200 itens, incluindo equipamentos, alimentos, roupas, necessidades diárias e itens experimentais. Entre eles, o maior e mais pesado item único foi um giroscópio de momentum, pesando 170 kg. Além disso, a nave carrega 750 kg de combustível adicional, que é usado para o módulo central Tianhe para manter a altura orbital da estação espacial. O cargueiro enviou “correio de nível cósmico” para a “equipe de viagem espacial”. Na carga há principalmente de suprimentos, mas também equipamentos de manutenção da estação espacial, aparelhos para experimentos científicos e uma geladeira para armazenar resultados de experimentos científicos e médicos. Também inclui uma variedade de sementes a serem expostas à radiação na órbita baixa e posteriormente analisadas e usadas na Terra.
A tripulação da Shenzhou-14, em coordenação com o centro de controle terrestre, concluirá a montagem e construção da estação espacial, transformando-a gradualmente de um módulo único para um complexo de três módulos, de acordo com o cientista Huang Weifen. Os membros da tripulação entrarão nos módulos-laboratório Wentian e Mengtian. Além disso, em coordenação com o centro de solo, eles testarão o complexo com dois módulos, com três módulos, manipuladores grandes e pequenos, bem como as funções de saída da câmara de ar. Os astronautas usarão essa câmara de ar para caminhadas espaciais pela primeira vez.

Segundo estágio do foguete Longa Marcha 2F/G

Por sua vez, a tripulação da Shenzhou-15 realizará vários trabalhos no espaço ; coletar, testar e ajustar a carga útil dentro dos módulos; com a ajuda de manipuladores, a carga útil será instalada do lado de fora da estação. Além disso, os astronautas vão operar, controlar e manter o complexo orbital, a ser composto por três módulos e três naves.
As duas tripulações realizarão tarefas como monitoramento de sua saúde em órbita, exercícios de defesa, treinamento, inspeção e teste de plataformas, manutenção de equipamentos e gerenciamento de recursos e materiais.

Foguete CZ-2F/G na plataforma de lançamento

Os módulos serão lançados em foguetes Longa Marcha 5B de Wenchang, sul da China. Jiuquan é o único local de lançamento capaz de missões tripuladas, com a inclinação orbital de 41,5 graus da estação espacial escolhida para permitir o acesso de lançamento tripulado de Jiuquan. Os novos módulos serão acoplados à porta de encaminhamento de Tianhe. A tripulação cooperará com o controle de solo para transpor os novos módulos para portas de acoplagem radiais usando um grande braço robótico.
O Wentian (“Busca pelo Céu”), é o que apresentará a nova câmara de ar para atividades extraveiculares, junto com um pequeno braço robótico e alojamentos adicionais que permitirão a transferência da tripulação. A primeira delas será realizada quando a equipe da Shenzhou-14 receber a Shenzhou-15, que deve ser lançado em dezembro. O complexo Tiangong então hospedará seis astronautas por um período de dias.
A nova eclusa no Wentian se tornará o principal ponto de entrada de saída para atividades extraveiculares (EVAs). As tripulações Shenzhou-12 e 13 usaram o hub de acoplagem de Tianhe para entrada e saída de EVA. A tripulação da Shenzhou-14 conduzirá EVAs, uma série de experimentos e participará de atividades de divulgação e divulgação científica.
A Tiangong entrará em seu período operacional com a conclusão da missão Shenzhou-15 e hospedará tripulações por períodos de seis meses. Especialistas em carga útil recém-selecionados e outros astronautas civis serão elegíveis para voar para a estação. O complexo Tiangong foi projetado para operar por pelo menos dez anos. Pode ser expandido para seis módulos e receber astronautas internacionais. A China também está considerando disponibilizar a estação para visitas turísticas e a abrirá para missões comerciais.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: