Rocketlab lança amanhã 34 satélites na ‘There and back Again’

Foguete leve decolará da Península de Mahia

A partir da plataforma Pad 1A do Launch Complex 1 na Península Mahia, na Nova Zelândia, a missão “There And Back Again” será feito o 26º lançamento do Electron da Rocket Lab. A missão “There And Back Again” envolverá o foguete colocando 34 satélites em órbita síncrona do sol para vários clientes, incluindo a Alba Orbital, Astrix Astronautics, Aurora Propulsion Technologies, E-Space e Spaceflight Inc. O F26 elevará o número de satélites lançados pelo Electron para 146.

As cargas úteis serão:

  • BRO-6, um cubesat 6U da França, pela UnseenLabs
  • AuroraSat-1, cubesat 1,5U da Finlândia pela AuroraPT
  • TRSI-2 e 3 , ois satélites pocketcube 1p da Alemanha desenvolvidos pela My Radar
  • MyRadar-1, pocketcube 1p da Alemanha desenvolvido por My Radar
  • Unicorn-2, pocketcube 3p do Reino Unido
  • Copia 1U da Nova Zelândia, pela Astrix Astronautics
  • Três satélites da E-Space
  • 24 satélites tamanho 0.25U da SpaceBEE dos EUA

“Geralmente não damos à Mãe Natureza o poder sobre a data de lançamento, mas para nossa primeira tentativa de captura por helicóptero, queremos ter as melhores condições possíveis para nos dar a maior chance de uma captura bem-sucedida”, disse o Rocket Lab. “Com o tempo, estreitaremos esses limites.”
A oportunidade original de lançamento era domingo, 1º de maio, quando a janela abriria às 18:35 EST (22:35 GMT) e fecharia às 20:40 EST (00:40 GMT). Porém, hoje a RocketLab anunciou no twitter que “….após uma semana movimentada de testes de captura, e enquanto esperamos que o tempo melhorasse, estamos reservando mais um dia para a otimização final do helicóptero e do sistema de recuperação antes de nossa primeira tentativa de captura no ar. Agora estamos visando o lançamento não antes de 2 de maio UTC / 3 de maio NZST.”

… “Assim como nossas tolerâncias ao clima de lançamento aumentaram ao longo do tempo, também aumentou nossa tolerância ao clima da zona de recuperação”, disse o Rocket Lab. “No entanto, para este primeiro, queremos tirar o clima da equação para que possamos nos concentrar apenas nas operações de captura e suporte.

“There And Back Again” também é uma missão de recuperação onde, pela primeira vez, a empresa tentará uma captura no ar do primeiro estágio do Electron quando ele retornar do espaço usando pára-quedas, sendo capturado por um helicóptero.

Como as missões de recuperação anteriores, o primeiro estágio realizará uma série de manobras para permitir que sobreviva ao calor e às forças de reentrada atmosférica. O Electron será equipado com um escudo térmico para ajudar a proteger os nove motores Rutherford e um pára-quedas para desacelerar de modo que o helicóptero Sikorsky S-92 adaptado da Rocket Lab alcance-o quando retornar. É um grande helicóptero bimotor que é comumente usado para transporte offshore de petróleo e gás e operações de busca e salvamento no mar.

Ao contrário das missões de recuperação anteriores, “There And Back Again” estará tentando evitar um mergulho no oceano, pois o helicóptero retornará o foguete de volta à terra após a captura. Após o sucesso dessa recuperação, o foguele leve da empresa neozelandesa-americana estará um passo mais perto de ser o primeiro lançador de satélite orbital (parcialmente) reutilizável de pequeno porte. A missão será um grande passo para o programa de reutilização de veículos de lançamento da Rocket Lab, depois que três foguetes foram recuperados no Pacífico. Essas amerrissagens de paraquedas foram experimentos projetados para coletar dados sobre as cargas estruturais, aquecimento e desaceleração experimentados pelo veículo de lançamento durante a reentrada e descida.

Aproximadamente uma hora antes do lançamento, o helicóptero se posicionará na zona de captura, a 150 milhas náuticas da costa neozelandesa, aguardando o lançamento. Após 2 minutos e 30 segundos após o lançamento, o primeiro e o segundo estágios do Electron serão separados. O segundo estágio continuará sua órbita para lançar a carga útil. Enquanto isso, o primeiro estágio começará sua descida de volta à Terra, atingindo uma velocidade de quase 8.300 km/h (enquanto a temperatura subirá para 2.400°C). Após a abertura do paraquesas de arrasto a uma altitude de 13 km, o velame principal será recuperado a uma altitude de cerca de 6 km para desacelerar o estágio para uma velocidade de descida de 36 km/h (10 m/s). Assim que o estágio entrar na zona de captura, o helicóptero tentará encontra-lo e prenderá seus paraquedas com um gancho especial.

A Rocket Lab já realizou três missões bem-sucedidas para recuperar o foguete e pousá-lo no oceano, durante as quais os estágios foram removidos da água e devolvidos ao hangar da empresa. Capturar o ‘booster’ no ar impedirá que ele caia no oceano, eliminará o risco de corrosão do equipamento ou danos causados ​​por respingos de água salgada e simplificará os reparos necessários para reciclar o foguete.
A recuperação ar-ar também elimina a necessidade de o ‘core’ transportar propelente para realizar um pouso por impulso, como o foguete Falcon 9 da SpaceX, que sacrifica a capacidade de carga útil para poder retornar à Terra.

“Fizemos muitas capturas por helicóptero bem-sucedidas de estágios simulados, testes de paraquedas e resgatamos estágios da água 3 vezes. Agora é hora de juntar tudo e pegar o Elétron do céu! Pegar o foguete enquanto ele cai de volta para a Terra não é tarefa fácil, aqui definitivamente temos que ‘enfiar uma agulha’, mas empurrar os limites da tecnologia com operações tão complexas está em nosso DNA. e fornecer aos nossos clientes ainda mais opções de lançamento”, disse o CEO da Rocket Lab, Peter Beck.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: