Blue Origin envia mais um grupo de turistas ao espaço

Missão NS-20 bem-sucedida

Decolagem do foguete New Shepard (NS 4.6/RSS First Step) na missão NS-20

A Blue Origin de Jeff Bezos marcou mais um voo suborbital turístico na manhã de hoje, 31 de março de 2022, com o voo NS-20, o qual transportou como passageiros pagantes: o empresário Marty Allen; o casal de filantropos Sharon Hagle e Marc Hagle; o professor e empresário Jim Kitchen; e George Nield, presidente da Commercial Space Technologies, LLC. Gary Lai, funcionário antigo da Blue Origin, o arquiteto-chefe do New Shepard, completa a tripulação. O foguete decolou às 11:01:13 locais, e a cápsula da tripulação atingiu 107.068,3 metros de altitude.

Cada turista-astronauta a bordo do NS-20 levou um cartão postal em nome da fundação da Blue Origin, Club for the Future , cujo programa “Postcards to Space” dá aos alunos acesso ao espaço nos foguetes da Blue Origin. A missão do Clube é “inspirar as gerações futuras a seguir carreiras em STEM para o benefício da Terra.”

A tripulação do NS-20: Marty Allen, Sharon Hagle, Marc Hagle, Gary Lai, Jim Kitchen e George Nield

Os passageiros pagantes foram:

Marty Allen

Marty Allen é um ‘CEO de recuperação’ e investidor anjo. Durante seu mandato como CEO da Party America, ele transformou a empresa de uma cadeia de varejo quebrada da Califórnia em grande varejista nacional, levando-a a uma reestruturação, da falência e à aquisição de vários concorrentes. Ele também é ex-CEO da California Closet Company, levando a empresa a registrar vendas e lucratividade. Marty também orienta CEOs por meio de suas atividades no conselho.

Sharon Hagle

Sharon Hagle fundou a SpaceKids Global em 2015, uma organização sem fins lucrativos cuja missão é inspirar os alunos a se destacarem na educação STEAM+ com foco no ’empoderamento de meninas’. A SpaceKids hospeda vários desafios anuais projetados para inspirar as crianças a seguir carreiras na indústria espacial, incluindo competições nacionais de redação e uma parceria com as Girl Scouts of Citrus County. SpaceKids também participa do programa Club for the Future’s Postcards to Space . Até o momento, Sharon tem quase 100.000 alunos em todo o mundo.

Marc Hagle

Marc Hagle é presidente e CEO da Tricor International, corporação de desenvolvimento de propriedades residenciais e comerciais. Sob sua direção, a empresa desenvolveu e possui mais de 1.600.000 m² de propriedades nos Estados Unidos, incluindo shopping centers, armazéns, instalações médicas, instalações recreativas, farmácias e projetos de escritórios. Marc e sua esposa, Sharon, são “filantropos ávidos por inúmeras instituições de caridade relacionadas às artes, ciências, saúde e educação”.

Jim Kitchen

Jim Kitchen é professor, empresário e explorador que visitou todos os 193 países reconhecidos pela ONU. É um sonhador espacial desde que assistiu ao lançamento do foguete [Saturno V com a nave] Apollo da NASA na Flórida quando criança. Como estudante universitário na década de 1980, promoveu viagens espaciais em órbita baixa terrestre para uma startup. Desde 2010, Jim atua no corpo docente da Kenan-Flagler Business School da Universidade da Carolina do Norte, ensinando os alunos a criar empreendimentos com e sem fins lucrativos que mudam o mundo.

Estágio de propulsão e cápsula separando-se

Dr. George Nield

Dr. George Nield é o presidente da Commercial Space Technologies, LLC, que fundou para incentivar, facilitar e promover atividades espaciais comerciais. Anteriormente, atuou como administrador associado do Escritório de Transporte Espacial Comercial da Administração Federal de Aviação [FAA] e foi responsável pelo licenciamento e regulamentação de todas as atividades de lançamentos comerciais. No início de sua carreira, ocupou cargos de engenharia no Centro de Testes de Voo da Força Aérea e na Orbital Sciences Corporation, e foi professor assistente e diretor de pesquisa na Academia da Força Aérea dos EUA. Nield também atuou como gerente do Flight Integration Office para o programa de ônibus espaciais da NASA.

Gary Lai, funcionário da Blue Origin e arquiteto-chefe do New Shepard, é o quinto passageiro

Gary é conhecido como o arquiteto do sistema New Shepard, liderando a equipe responsável pelo projeto e desenvolvimento de muitos dos principais sistemas de segurança da Crew Capsule. Ele ingressou na Blue Origin em 2004 e foi um dos primeiros vinte funcionários. É atualmente Diretor Sênior e Arquiteto Chefe da New Shepard, responsável por todos os projetos de próxima geração, atualizações e desenvolvimento de novos produtos para o negócio. Seus cargos anteriores incluem Diretor Sênior de Engenharia de Design, Arquiteto de Sistemas, Líder de Elemento de Cápsula de Tripulação, Gerente de Programa de Desenvolvimento de Tripulação Comercial da NASA, Engenheiro Líder de Sistemas e Líder de ‘Pathfinding’ (prospecção) com responsabilidade por pesquisa e desenvolvimento avançados. Gary esteve envolvido no desenvolvimento de produtos, planejamento estratégico e desenvolvimento de negócios para todas as linhas de produtos da Blue Origin, incluindo o veículo de lançamento orbital New Glenn, programas de motores de foguete e do módulo lunar Blue Moon.

Durante o tempo em que Gary liderou a equipe técnica do New Shepard como arquiteto de sistemas em 2016, o programa ganhou o Troféu Collier da National Aeronautic Association “por demonstrar com sucesso a reutilização de foguetes com o veículo espacial New Shepard através de cinco voos de teste bem-sucedidos de um único propulsor e motor, todos os quais realizaram aterrissagens verticais motorizadas em Terra.” Gary foi o vencedor de 2019 do Blue Origin Founder’s Award por sua “ambição técnica”.

Gary se formou na Universidade de Cornell em 1995 com um Bacharelado em Economia Aplicada e Gestão de Negócios. Ele foi aluno de Carl Sagan em Cornell. Ele também é bacharel em Engenharia Aeronáutica e Astronáutica pela Universidade de Washington. Gary detém várias patentes do New Shepard e atua no Comitê de Visitantes da Faculdade de Engenharia da Universidade de Washington, Departamento de Aeronáutica e Astronáutica William E. Boeing. Ele detém três patentes em tecnologia de sistemas espaciais.

Pouso do foguete

O foguete reutilizável New Shepard Propulsion Module 4 desceu de volta para um pouso perfeito cerca de oito minutos após a decolagem. A cápsula da tripulação RSS First Step, descendo em três paraquedas de 24 metros, fez o mesmo dois minutos depois, aterrissando em meio a uma nuvem de poeira para encerrar um vôo de 11 minutos.

Cápsula RSS First Step após o pouso de paraquedas

A 20ª missão New Shepard – NS-20 – foi o quarto da Blue Origin com passageiros a bordo, e o segundo com uma tripulação completa de seis membros. A missão de hoje marcou o oitavo voo espacial suborbital não governamental comercial pilotado em uma competição de alto risco entre a Blue Origin de Bezos e a Virgin Galactic, de propriedade do colega bilionário Richard Branson. A Virgin lançou quatro voos tripulados de seu avião espacial VSS Unity, inclusive enviando Branson, dois pilotos e três companheiros no ano passado. A Blue Origin acompanhou o voo de Bezos lançando um conjunto de experimentos da NASA em uma missão não-tripulada. Então, em 13 de outubro, o ator William Shatner – Capitão Kirk de “Star Trek” – e três tripulantes foram lançados no 18º voo da empresa em geral e o segundo com passageiros a bordo.

Jeff Bezos, o bilionário dono da Blue Origin, não tem a legião de fãs nem o apoio de grande parte da mídia e dos portais de notícias espaciais americanos oferecem a Elon Musk, o controverso dono da SpaceX. Entre os bilionários espaciais divide o panteão da glória dos novos-ricos ‘desbravadores comerciais do espaço’, Bezos e sua Blue Origin são vistos como o ‘patinho feio’ da nova era de voos turísticos ao espaço. Se por um lado a Blue tem mesmo graves pecados – comprometeu-se a entregar um motor BE-4 para a ULA que produz os foguetes Atlas e Vulcan e ainda não o fez, e avança a passos de tartaruga para colocar em atividade um foguete de carga pesada “New Glenn”, por outro Bezos está inequivocamente à frente de Elon Musk e Richard Branson no turismo espacial, atrás apenas da Rússia – que era a verdadeira líder do mercado de turismo espacial, pelo menos até a invasão da Ucrânia.

Os russos, em parceria com a empresa americana Space Adventures, já lançaram quase uma dezena de turistas em voos espaciais à estação espacial internacional, enquanto a SpaceX de Musk realizou apenas um voo espacial com quatro turistas a bordo, com Bezos já tendo lançado a si mesmo ao espaço em sua nave e depois repetindo mais dois voos suborbitais com passageiros pagantes.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: