Americanos fazem nova caminhada espacial

EVA-80 teve como objetivo ajustar o sistema de amônia

Os astronautas Raja Chari e Matthias Maurer fizeram nova atividade extraveicular fora da Estação Espacial Internacional na quarta-feira dia 23 de março e instalaram jumpers de amônia remanufaturados no sistema de resfriamento para trazê-lo de volta à eficiência total, substituíram uma câmera de alta definição e fizeram conexões de energia e dados em uma plataforma de experimentos europeia. A caminhada espacial terminou às 15h26 com duração de seis horas e 54 minutos.
A estação espacial circula amônia através de trocadores de calor para seis radiadores, três de cada lado da estrutura do laboratório, para dissipar o calor gerado pelos componentes eletrônicos. Cada painel possui dois circuitos de refrigeração independentes, controlados por “módulos de válvula de feixe de radiador”.

Quando a excursão terminou, Kayla Barron, ajudando o alemão Maurer a tirar seu escafandro espacial, achou água dentro do capacete, lembrando um mau funcionamento com risco de vida durante uma caminhada espacial em 2013 que inundou o capacete do astronauta italiano Luca Parmitano..
“Quero informar que Matthias tinha um pouco de água em seu capacete,” Barron transmitiu o controle da missão. “É um pouco difícil avaliar o volume porque está espalhado pela frente do visor, mas acho que devemos acelerar os passos para tirá-lo do traje aqui.” Uma vez que o capacete foi retirado, a equipe estimou que até 50% do visor estava coberto com uma fina película de água e que uma almofada de absorção adicionada aos capacetes da NASA após o incidente de Parmitano estava úmida.
O comentarista de controle de missão, Chelsey Ballarte, disse que Maurer não esteve em perigo. Embora ele não tenha relatado nenhuma preocupação durante a caminhada espacial, qualquer excesso de água em um capacete é motivo de preocupação e Ballarte disse que “a tripulação continuará a levar a documentação da água para análise pela equipe de terra”.

Flutuando na câmara estanque Quest, Maurer e o americano Chari ligaram seus trajes espaciais nas baterias às 8h32 EDT para iniciar oficialmente a 248ª caminhada espacial na história da ISS, a terceira até agora este ano, a segunda para Chari e a primeira para Maurer.
A tripulação perdeu cerca de uma hora logo após flutuar para fora da câmara de ar quando o conjunto da câmera do capacete de Maurer se soltou. Chari acabou prendendo-o com braçadeiras de arame, mas o tempo perdido os forçou a renunciar a tarefas de menor prioridade que haviam sido planejadas para o final da excursão.
Acoplado na extremidade do braço robótico da estação Chari instalou os jumpers de amônia e trabalhou com Maurer para conectar a câmera de TV. O trabalho para anexar dois acessórios de manuseio a um conjunto de radiador externo foi adiado para uma futura EVA.

“Estamos empolgados que Raja está tendo a chance de voar nos céus suaves e amigáveis de Kayla e Tom”, disse a astronauta Stephanie Wilson, do controle da missão, referindo-se aos operadores de braço robótico Thomas Marshburn e Barron. “Absolutamente,” Chari respondeu enquanto o braço o movia lentamente para o local de trabalho do sistema de refrigeração. “Muito melhor que a classe executiva.”
Maurer, enquanto isso, flutuou fazendo conexões de eletricidade e dados na plataforma europeia de instrumentos Bartolomeo, amarrando uma manta isolante no módulo Kibo e ajudando Chari a conectar a nova câmera de TV e o ponto de acesso à rede sem fio. Assim como Chari, algumas de suas tarefas de menor prioridade foram adiadas.

“Senhores, vocês literalmente voaram […] por toda a estação hoje e trabalharam com muitos sistemas”, Wilson transmitiu pelo rádio. “Definitivamente, o trabalho em equipe foi o tema do dia e admiramos sua tenacidade.”
“Foi um prazer trabalhar com você durante o treinamento e hoje através do EVA”, disse Chari. “Foi incrível trabalhar com vocês, obrigado por nos manter, apesar de termos algumas coisas para resolver. Apreciei.”
Em 2017, um pequeno vazamento foi detectado em jumpers entre um painel do radiador do lado da porta e um módulo de válvula. O circuito de refrigeração foi fechado para parar o vazamento e as linhas foram ventiladas. As mangueiras suspeitas foram removidas durante uma caminhada espacial em 2018, levadas de volta à Terra, reparadas e relançadas em 2019. Com a reinstalação bem-sucedida do Chari, os controladores de voo poderão reabastecer o circuito de refrigeração inativo e trazer o sistema de controle térmico da estação de volta à sua capacidade total de refrigeração.

O aparente vazamento do capacete de Maurer não foi notado até que a câmara de ar fosse repressurizada no final da caminhada espacial. “O HAP (almofada de absorção do capacete) é um pouco úmido, mas acho que teria sido difícil detectar através de uma tampa de comunicação”, relatou Barron. “Vamos falar sobre quanta água achamos que é. … Aproximadamente, talvez um círculo de oito a dez polegadas de diâmetro, uma fina camada de água no capacete. E há água em seu orifício de ventilação na parte de trás do anel do pescoço.”
Marshburn estimou que 30% a 50% da viseira estava coberta com a camada de água, mas foi muito menos do que a que inundou o capacete de Parmitano em 2013, quando ele fez um retorno de emergência à câmara. Esse incidente mais tarde foi atribuído a um filtro entupido no sistema de refrigeração do traje. Os engenheiros realizarão uma avaliação detalhada para determinar a origem da água no capacete de Maurer e qualquer ação corretiva que possa ser necessária.

Russos concluem trabalho a bordo

Já o programa de trabalho planejado dos cosmonautas da Roskosmos – Anton Shkaplerov, Oleg Artemiev, Denis Matveev, Sergei Korsakov e Pyotr Dubrov a bordo da Estação Espacial foi totalmente concluído. Shkaplerov, Dubrov e o americano Mark van De Hei devem retornar esta semana à Terra a borda da nave Soyuz MS-19.
Os trabalhos previstos eram:
Preparação de carga devolvida e retirada na espaçonave Soyuz MS-19;
experimento “Vektor-MBI-1” – estudo do espectro de acelerações que atuam no aparelho vestibular de uma pessoa sem gravidade;
experimento ” Korrektisya ” – estudo da eficácia da correção farmacológica do metabolismo mineral em condições de exposição prolongada à microgravidade;
experimento ” ENT ” – estudo do estado dos órgãos otorrinolaringológicos, periodonto e tecidos duros dos dentes em astronautas durante o voo espacial;
experimento “OMIKi-SPK” – avaliação do estado de saúde e reservas adaptativas de uma pessoa por manchas de sangue seco usando métodos proteômicos, metabolômicos e lipidômicos;
experimento ” Separatisya ” – teste e teste em microgravidade de um sistema de regeneração de água da urina;
experimento “Neuroimunitet” – avaliação do efeito do estresse nos sistemas de imunidade e reatividade ao estresse no espaço;
experimento “Identificatsiya” – estudo da dinâmica da estrutura da ISS sob vários efeitos de forças externas, levando em consideração as mudanças na composição modular da ISS;
experimento ” Pilot-T ” – um estudo da confiabilidade da atividade profissional de um astronauta em um voo espacial de longa duração;
manutenção do sistema de suporte à vida.

Lançamentos de novos satélites da ISS
Em 24 de março de 2022, dois pequenos satélites nipo-paraguaios foram lançados da ISS. Ambas as espaçonaves foram colocadas em órbita em fevereiro deste ano pelo cargueiro americano Cygnus NG-17 ‘Piers Sellers’.
O satélite experimental IHI-SAT, que também será utilizado para fins educacionais, foi separado da estação às 09:00 UTC (12:00 UTC). Sua massa é 4kg.
O segundo satélite de propósito semelhante – KITSUNE (Kyutech padronized bus Imaging Technology System Utilizing Networking and Electron content messages) – foi lançado às 12:10 UTC (15: 10 UTC). Seu peso é de 14kg.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: