Astra adia lançamento de seu ‘Rocket 3.3 LV0008’

Foguete de pequeno porte de ‘resposta rápida’ teve lançamento adiado ontem

Foguete Astra LV0008 na plataforma

A contagem regressiva do foguete Astra Rocket 3.3 LV0008 em Cabo Canaveral foi suspensa e retomada uma vez durante a fase de pré-lançamento ontem em Cabo Canaveral. A janela de lançamento para a missão VCLS Demo-2 de demonstração do Venture Class Launch Services da NASA iria até as 16h EST (21:30 GMT, ou 18:00 Brasília).

O Astra lançaria quatro satélites de pesquisa desenvolvidos por três universidades e pelo Centro Espacial Johnson da NASA. Os cubesats, da Iniciativa de Lançamento CubeSat da NASA (CSLI), seriam parte da missão Educational Launch of Nanosatellites (ELaNa 41). O lançamento da ELaNa 41 será o primeiro operacional da Astra Space. A empresa programava a decolagem de seu Rocket 3.3 LV0008 do Space Launch Complex 46 na Estação da Força Espacial do Cabo na Flórida. Porém, um problema com o equipamento de telemetria e seguimento da área da ‘pegada’ da trajetória pretendida para o foguete, que ficou “fora de serviço” levou ao cancelamento do disparo e o reagendamento da missão para não antes do dia 7 de fevereiro, segunda-feira: ” O SLD 45 isolou o problema do sistema de radar e está trabalhando em uma solução. Estamos preparados para trabalhar na próxima oportunidade de lançamento.”

O foguete Astra se encaixa no segmento de foguetes pequenos do mercado de lançamentos. A variação do Rocket 3.3 pode transportar cerca de 50 quilos de carga útil para a órbita baixa da Terra, com sua versão planejada do Rocket 4.0 prevista para aumentar essa capacidade. O objetivo do Astra é lançar um foguete por dia até 2025, reduzindo seu preço de US$ 2,5 milhões.

As janelas de lançamento de reserva estão agora marcadas para terça-feira, 8 de fevereiro, a sexta-feira, dia 11, das 18:00 às 21:00 UTC (15:00 às 118:00 Brasília). A previsão da meteorologia marca 80% de prosseguir com a missão em 7 de fevereiro, e 30% favorável para o dia 8. O risco de ventos de cisalhamento e grande altitude é baixo para ambos os dias.

Os satélites a serem lançados como parte da missão ELaNa 41 de US$ 3,9 milhões, patrocinada pela NASA, criados por estudantes de várias universidades americanas, além da agência espacial são:
BAMA-1 – Universidade do Alabama, Tuscaloosa
INCA – Universidade Estadual do Novo México, Las Cruces
QubeSat – Universidade da Califórnia, Berkeley
R5-S1 – Centro Espacial Johnson da NASA, Houston

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: