Segundo astronauta israelense irá ao espaço em missão privada

Eitan Stibbe será o ocupante mais velho da ISS

A Axiom Mission 1 (Ax-1), a primeira missão de astronauta privados à Estação Espacial Internacional, tem como data de lançamento em 31 de março para “dar conta de preparativos adicionais de espaçonaves e tráfego da estação espacial”, afirmou a NASA esta semana. A bordo estará o israelense Eitan Stibbe, que aos 63 anos será o astronauta mais velho a visitar a ISS. A Axiom-1 deveria ser lançada em 21 de fevereiro sob o comando de Michael Lopez-Alegria , um ex-astronauta da NASA que agora trabalha na Axiom. Ele será acompanhado por três turistas espaciais, cada um dos quais pagou cerca de US$ 55 milhões para a missão de oito dias. Nem a Axiom Space nem Lopez-Alegria comentaram o atraso em suas contas em redes sociais.

Stibbe levará um pião com ele quando embarcar na missão espacial, cuja parte reservada a ele será denominada Rakia. Em uma cerimônia do Hanukkah em Houston, Texas, Stibbe mostrou ao prefeito de Houston, Sylvester Turner, o pião que o levará à ISS. “Eu disse a ele que levaria o pião comigo para a estação espacial , o que me permitiria demonstrar como ele funciona no espaço em microgravidade e sem atrito”, disse Stibbe. “A Terra gira da mesma forma, sem atrito e sem parar.” Stibbe, empresário e ex-piloto de caça que se tornará o segundo astronauta israelense a ir ao espaço depois do falecido Ilan Ramon, afirmou anteriormente que levaria consigo “uma bolsa cheia de itens que têm um significado especial. Ficou claro para mim que um desses itens se tornaria um símbolo da história judaica”. Em agosto do ano passado, foi anunciado que ele também levaria ao espaço uma moeda de 1.900 anos relacionada à segunda revolta judaica contra o domínio romano, conhecida como Revolta de Bar Kochba.

Em seu discurso na cerimônia de Hanukkah, Turner elogiou a comunidade judaica de Houston e desejou uma boa viagem a Stibbe. “Quando você decolar para o espaço, saiba que você não representará apenas o Estado de Israel, mas a Humanidade. E enquanto eles estarão torcendo por você em Israel, nós estaremos torcendo aqui de Houston”. O coronel aposentado da Força Aérea Israelense cobrirá o custo de voar para bordo da estação por oito a dez dias – e que custará cerca de US$ 50 milhões.

Stibbe, de 63 anos, serviu nas forças de defesa de Israel – IDF – como piloto. Em 11 de junho de 1982, durante uma missão, ele abateu quatro aeronaves sírias, dois Su-22, um MiG-23 e um helicóptero Aérospatiale Gazelle. Dois dias antes, ele havia ajudado a derrubar outro MiG-23.

Mais tarde, ele fundou o Grupo LR, especializado em projetos de segurança e infraestrutura na África. Ele também é o fundador do fundo de capital de risco Vital Capital e lidera projetos econômicos e sociais no continente africano.

A Missão Rakia, uma iniciativa conjunta entre a Fundação Ramon e a Agência Espacial de Israel, visa “inspirar a geração mais jovem promovendo e expandindo a indústria aeroespacial de Israel”. “Esta missão é uma oportunidade para avanços em dezenas de tecnologias israelenses e experimentos científicos no espaço, uma chance de progredir na educação e nas artes israelenses”

Diversas entidades de Israel foram convidadas a enviarem propostas para realizar experiencias científicas na missão. Das 44 propostas, 35 experimentos foram selecionados. A missão é liderada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia de Israel e pela Fundação Ramon. Os experimentos abrangem uma ampla gama de diferentes áreas de pesquisa, incluindo testar ou demonstrar a viabilidade de certas tecnologias, observar fenômenos científicos e explorar os mecanismos de conceitos teóricos. Alguns dos experimentos se concentram em pesquisas científicas avançadas e provêm de uma variedade de fontes, incluindo estudantes israelenses do ensino médio. Por exemplo, um deles, um experimento projetado por estudantes de Tel Aviv, tentará testar como o ambiente de microgravidade afeta a taxa de degradação do plástico pela bactéria Ideonoella Sakaiensis.

Outros, mais complexos, estão sendo desenvolvidos por pesquisadores de diferentes empresas e instituições. Um deles, conhecido como ILAN-ES, foi desenvolvido pelo professor Yoav Yair da Universidade Reichmann. Neste experimento, serão estudados fenômenos elétricos luminosos de curta duração que ocorrem durante tempestades.

A Axiom contratou a SpaceX para fornecer quatro espaçonaves Crew Dragon para suas missões, incluindo a Ax-2, com lançamento previsto para o outono de 2022 ou primavera de 2023 sob o comando de Peggy Whitson , uma ex-astronauta e atualmente funcionária da Axiom. (A Ax-2 também incluirá o piloto, o investidor John Shoffner, e os outros dois membros da tripulação ainda não tenham tido seus nomes divulgados.)

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: