Atividades na estação espacial internacional

Astronautas e cosmonautas tiveram um dezembro atarefado

O programa de trabalho planejado para os dias 17 a 19 de dezembro de 2021 foi implementado totalmente. Naqueles três dias, a equipe da estação realizou: a experiência Lazma; o experimento atmosfera UV; o experimento Ekon-M; o experimento Fotobiorreaktor; experimento Strutkura; transferência de embalagens de acordo com os experimentos Kristalizator, Refleks, Kascad, Korrektisya, Biofilm, Biomag-M, Mikrovir para o veículo de descida da espaçonave Soyuz MS-20 para retornar à Terra; exames médicos: avaliação do estado funcional do aparelho muscular dos braços dos tripulantes, controle da microecosfera do meio ambiente, controle do estado sanitário e epidemiológico a bordo da ISS; tomada mensal de leituras de dosímetros de equipamentos de radiação “Pille” e sua colocação nos locais de exposição no segmento russo da ISS; preparação da espaçonave Soyuz MS-20 para descida: acondicionamento do equipamento recuperável no veículo de descida da Soyuz, preparação dos sistemas de bordo do segmento russo ISS para a desacoplagem.
O experimento Lazma foi realizado para estudar a redistribuição do fluxo sanguíneo periférico dos membros para a cabeça e para avaliar o metabolismo oxidativo da pele em condições de microgravidade. O cosmonauta Alexander Misurkin da Roscosmos, e os participantes de vôo espacial (turistas) Yusaku Maezawa e Yozo Hirano participaram do experimento.
O experimento Econ-M permitirá determinar a possibilidade de obtenção de informação operacional documentada quando os astronautas realizam observações visuais e com instrumentos ópticos portáteis durante um longo vôo espacial para avaliar as consequências ambientais de atividades humanas artificiais no território da Federação Russa e em outros países.
O experimento Atmosfera UV consiste em mapear a atmosfera noturna na faixa próxima do ultravioleta com um detector de grande angular com grande abertura e alta resolução espaço-temporal. O objetivo do experimento é obter um mapa do brilho da atmosfera noturna da Terra na faixa de comprimento de onda de ultravioleta próximo (300-400 nm) dentro das latitudes disponíveis para observação a partir da órbita da ISS.
O experimento Fotobiorreaktor: Seu objetivo é operar um fotobiorreator para experimentos biotecnológicos e obtenção de alimentos e oxigênio por meio do cultivo de microalgas em microgravidade.
O experimento Struktura é um estudo dos processos físicos de cristalização de proteínas para obter cristais únicos de proteínas com estrutura perfeita, adequados para análise estrutural de raios-X e de sua estrutura no interesse da ciência fundamental, medicina e biotecnologia.
Os resultados experimentais intermediários foram devolvidos na nave espacial Soyuz MS-20:
O experimento Kristalizator consiste na obtenção de dados sobre os processos físicos de cristalização para a obtenção de monocristais de proteínas com estrutura perfeita e filmes biocristalinos a partir de uma solução a granel em substratos. É realizado no interesse de biologia fundamental e aplicada, medicina, farmacologia e microeletrônica.
Experimento Refleks – estudo das mudanças no comportamento de um modelo de objeto biológico (as moscas Drosophila melanogaster) como resultado do impacto das condições de voo espacial.
Experimente Kascad: É realizado para estudar os processos de cultivo de células de microrganismos, animais e humanos em condições de microgravidade para obtenção de biomassa concentrada com alto teor de células, proporcionando um maior rendimento de substâncias biologicamente ativas.
Experimente Korrektsya, para determinar os mecanismos de perda de massa óssea e sua gravidade durante o vôo espacial, para descrever sua dinâmica e determinar os mecanismos de recuperação e a possibilidade de prever sua reversibilidade após o retorno à Terra.
Experiência Biofilm. Estudo da influência dos fatores de voo espacial na formação de biofilmes bacterianos.
Experimento Biomag-M – estudo das alterações nas propriedades dos objetos biológicos e a possibilidade de aumentar a sua atividade em condições de blindagem do campo magnético sob a influência dos principais fatores do espaço exterior.
Experimento Mikrovir, cujo objetivo é estudar a influência dos fatores de voo espacial na velocidade de ação lítica sobre as bactérias.

Durante o dia 22, foram realizados: Desengate do compartimento de montagem de instrumentos do módulo de transporte de carga Progress M-UM do módulo multiporta Prichal do segmento russo da ISS;
experimento Pilot-T; experimento Ekon-M; exames médicos do estado do sistema cardiovascular durante a atividade física dosada em uma bicicleta ergométrica; treinamento para a prática das ações básicas de operador na “Missão de verificação de consoles e manipulador ERA” (o braço-robótico europeu instalado no módulo russo Nauka); manutenção do sistema de suporte de vida – com acionamento do sistema “Elektron”, substituir o suprimento de água; exercícios físicos completos.
Concluído no programa do segmento americano da ISS: Acoplamento da espaçonave Cargo Dragon SpaceX CRS-24 à porta frontal do segmento americano da ISS; amostragem de ar com um amostrador AK-1M na Cargo Dragon CRS-24 – e as amostras foram armazenadas no gabinete médico do módulo de serviço para posterior retorno à Terra; treinamento em ações adicionais em situações de emergência após a chegada da CRS-24.

Na sexta-feira, 24 de dezembro de 2021, às 04: 18 horário de Moscou, um comando foi emitido e os motores do veículo de carga Progress MS-18 acoplado no segmento russo da ISS foram ligados. Eles trabalharam por 539,4 segundos e o montante do impulso foi 1,06 m / s. Os especialistas do serviço de suporte balístico e de navegação TsNIIMash receberam informações telemétricas completas para determinar os parâmetros exatos da órbita da ISS. Anteriormente, a altitude orbital da estação foi ajustada em 3 de dezembro para evitar detritos espaciais – um fragmento do veículo de lançamento americano Pegasus lançado dos Estados Unidos em 1994. A altitude da estação foi ajustada para formar as condições balísticas iniciais antes do lançamento da espaçonave Soyuz MS-21 e da aterrissagem da Soyuz MS -19 em 2022. De acordo com dados preliminares, após a manobra, a altitude orbital da ISS diminuiu cerca de 1,8 km.

O lançamento da nave espacial Soyuz MS-21 com a tripulação da 67ª expedição de longa duração está programado para 18 de março de 2022. Pela primeira vez, o veículo de transporte deve acoplar no módulo multiporta Prichal, que em novembro de 2021 passou a fazer parte do segmento russo da ISS. O pouso do veículo de descida da Soyuz MS-19 com os cosmonautas Anton Shkaplerov e Peter Dubrov, bem como o astronauta Mark Vande Hai, está programado para o final de março.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Autor: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d blogueiros gostam disto: