China lança dois satélites de teste

E o foguete Longa Marcha 7A estreou nova carenagem de cabeça

CZ-7A nº Y3 decola de Wenchang

A China lançou com sucesso dois satélites por meio de um foguete Longa Marcha 7A (CZ-7A nº Y3) às 18:12 de 23 de dezembro – hora de Pequim. O foguete foi lançado com sucesso do Centro de Lançamento Espacial de Wenchang na ilha chinesa de Hainan. Dois satélites, Shiyan 12 -01 – 02 ( 试验 十二 号 卫星 01 星 e 02 星) foram desenvolvidos pela Quinta Academia Aeroespacial e serão usados ​​principalmente para “detecção de ambiente espacial e testes técnicos relacionados”; estima-se que cada satélite SJ 12 tenha 3.000 kg massa, o que combina bem com a capacidade cotada do CZ-7A – que é de 7.000 kg em órbita de transferência geoestacionária; não foi confirmado se os dois satélites foram diretamente acoplados um ao outro ou se havia uma coifa interna extra separando as duas espaçonaves, a exemplo da carenagem SYLDA usada pelo foguetes europeus Ariane. O foguete Longa Marcha 7A é um veículo de lançamento de nova geração de médio porte e três estágios, desenvolvido pela ‘First Academy of China Aviation Industry Corporation’. A Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China ( CASC ) é a principal contratada do programa espacial chinês . É propriedade do Estado e possui várias entidades subordinadas que projetam, desenvolvem e fabricam uma variedade de espaçonaves , veículos de lançamento , sistemas de mísseis táticos e estratégicos e equipamentos de solo. Foi oficialmente estabelecida em julho de 1999 como parte de um esforço de reforma do governo chinês, tendo anteriormente feito parte da antiga China Aerospace Corporation.. Esta missão é o 402º lançamento da série Longa Marcha de foguetes .

Diferença nas carenagens dos CZ-7A

O foguete-portador foi mostrado em 21 de dezembro quando foi possível ver que o modelo apresentava uma nova coifa de cabeça, mais estreita e mais longa do que as normalmente usadas por este tipo de foguete. Os dois primeiros CZ-7A, lançados em 16 de março de 2020 e 12 de março de 2021, usaram uma carenagens mais curtas e de diâmetro de 4,2 m. Neste terceiro foguete, a carenagem mais longa e com um diâmetro de 3,35 m fez o foguete ter uma altura de 60,7 m , tornando-o o mais comprido de sua série.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: