Rússia programa o lançamento do módulo muiltiporta Prichal

Compartimento multi-acoplador servirá para expandir o segmento russo

De acordo com o programa russo da Estação Espacial Internacional em 24 de novembro de 2021 está programado o lançamento de um foguete Soyuz-2.1b com veículo de transporte rebocador Progress M-UM com o módulo multiporta Prichal. O Progress M-UM é um compartimento de montagem de instrumentos derivado do cargueiro padrão Progress M adaptado para servir de rebocador do Prichal até a acoplagem com o módulo Nauka. Método semelhante foi feito com os Pirs e Poisk, dois compartimentos que por si mesmos não tinham como se acoplarem de forma autônoma com a estação.

O Prichal é projetado para aumentar as capacidades técnicas e operacionais do segmento russo da ISS. Ele será encaixado na unidade nadir do módulo de laboratório multifuncional Nauka.

  • O lançamento do módulo Prichal está agendado para 24 de novembro às 16h06min36, horário de Moscou
  • O desencaixe do veículo de carga Progress MS-17 junto com o espaçador da unidade SSVP G4000 passiva do módulo Nauka está programado para 25 de novembro às 14h18, horário de Moscou
  • A acoplagem da Progress M-UM está agendada para 26 de novembro às 18:25, horário de Moscou
  • A separação do compartimento de montagem de instrumentos do módulo Prichal está agendada para 22 de dezembro às 01h20, horário de Moscou

Lançamento e entrada na órbita-alvo; disponibilização de encontro e acoplamento em modo automático (tendo o modo de controle de teleoperador – TORU – como reserva) no Nauka ;
assegurar o funcionamento do compartimento de montagem de instrumentos da espaçonave como parte do segmento russo da Estação Espacial Internacional, preparando para a separação e separando-o do módulo ;
entrega de cargas com massa total não superior a 700 kg para o segmento russo.
Como parte do segmento russo da Estação Espacial Internacional:
Possibilitar acoplar até cinco espaçonaves ao Prichal ;
garantindo a possibilidade de relocação de espaçonaves equipadas com um manipulador da porta axial para a porta lateral e vice-versa;
fornecimento e controle, em conjunto com os meios do segmento russo ISS, das condições necessárias à vida da tripulação no compartimento pressurizado do módulo nodal Prichal;
fornecimento de interfaces ​​elétricas, hidráulicas e mecânicas reconfiguráveis e interfaces de troca gasosa entre módulos acoplados ao Prichal ;
transferência de combustível de naves de transporte de carga por meio de linhas de reabastecimento e conexões hidráulicas da unidade de acoplagem para o módulo Nauka e outros módulos (posteriormente), bem como de volta para a nave de carga com fornecimento de drenagem antes da separação de nave;
transmissão de circuitos de recarga e alimentação combinada com o módulo Nauka para módulos acoplados.
O compartimento de instrumentos e montagem, por projeto, corresponde ao mesmo compartimento do Progress M, com modificações para aumentar sua rigidez e resistência em relação à massa aumentada para 8.180 kg em vez dos 7.200 usuais da nave de carga padrão.
O padrão de voo balístico antes de acoplar na ISS é semelhante ao do veículo base Progress M (voo de dois dias com possibilidade de aumentar a duração em caso de situações de emergência).
O padrão de voo do compartimento de montagem de instrumentos após a separação é semelhante ao padrão de voo deste compartimento dos Progress M-SO1 (com o módulo Pirs) e Progress M-MIM2 (com o módulo Poisk). A duração nominal do voo após a separação é de até três órbitas. As reservas de combustível garantem um encontro regular e repetido e a acoplamento com a saída subsequente da órbita próxima à Terra.
A sequência de acoplamento automática é semelhante à do veículo básico Progress M. Em caso de falhas na fase de acoplagem, é possível completar o engate no modo TORU de controle por teleoperador.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: