Rússia: Nave cargueira acopla-se à ISS

Progress MS-18 encaixou-se na traseira do módulo Zvezda

Nave Progress MS-18 acoplada à câmara traseira (PrK) do Zvezda

De acordo com o programa, na noite de 29 para 30 de outubro de 2021, às 04:31:19 do dia 30 no horário de Moscou (22:31:19 de Brasília, dia 29), a nave cargueira russa Progress MS-18 acoplou ao módulo de serviço Zvezda de modo automatico sob o controle de especialistas do Centro de Controle de Missão TsNIIMash, o Grupo de Controle Operacional Principal da RKK Energia e os cosmonautas da Roskosmos Anton Shkaplerov e Pyotr Dubrov. Às 04:35:42 horário de Moscou, os anéis de vedação das juntas foram comprimidos e às 04:36:14, os ganchos ativos e seus freios passivos em cada colar de acoplagem foram fechados.

O Progress MS-18 (“mashina nº 447”) havia sido lançado do cosmódromo de Baikonur dois dias antes. O cargueiro espacial transporta à ISS cargas com massa superior a 2,5 toneladas, “para manter o regime em modo tripulado e implementar o programa russo de pesquisa científica”. Entre elas: 1.490 kg de equipamentos e materiais diversos, incluindo ferramentas para atividades extraveiculares, controle médico e suprimentos sanitários e higiênicos, itens de vestuário, rações alimentares e alimentos frescos para a tripulação da 66ª expedição principal, bem como 560 kg de propelente de reabastecimento, 420 litros de água potável nos tanques do sistema Rodnik e 43 kg de ar comprimido nos cilindros dos dispositivos de abastecimento de oxigênio.

Além disso, um conjunto de experimentos está a bordo:
Matryoshka-R – estudo da dinâmica da situação da radiação em órbita e do acúmulo de dose em fantomas esféricos e antropomórficos; Biomag-M – estudo das alterações nas propriedades dos espécimens biológicos e da possibilidade de aumentar a sua atividade sob condições de blindagem do campo magnético sob a influência dos principais fatores do espaço; Aseptika – desenvolvimento de métodos e meios técnicos de monitoramento de esterilização de equipamentos; Struktur – estudo dos processos físicos de cristalização de proteínas para obtenção de monocristais de proteínas adequados para análises estruturais de raios-X e decifrar a sua estrutura no interesse das ciências fundamentais, medicina e biotecnologia; Fotobioreaktor – um fotobiorreator para a realização de experimentos biotecnológicos e obtenção de alimentos e oxigênio por meio do cultivo de microalgas em microgravidade.
Depois de concluir as verificações de hermeticidade dos sistemas de engate SSVP G-4000 “Aktiv”/”Passiv”, os cosmonautas Shkaplerov e Dubrov abrirão as escotilhas de transferência e realizarão as operações finais para desmontar o mecanismo da sonda de captura do Progress, conectar o circuito de eletricidade da nave cargueira para o Zvezda e depois neutralizar a Progress. De acordo com o plano, o cargueiro permanecerá conectado à Estação Espacial Internacional até a primavera de 2022.

A Progress é uma nave não-tripulada de extremo sucesso, cujo primeiro exemplar foi lançado em 1978 para abastecer a estação espacial soviética Salyut 6, e sua entrada em serviço permitiu aos soviéticos se tornarem os campeões de voos espaciais de longa duração desde então.

Nave Progress MS tem 7.400 kg de massa geral

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: