Russos lançam Progress MS-18 para a ISS

Nave transporta carga logística e científica

Foguete de 313 toneladas e 46,3 metros de comprimento decola de Baikonur com a nave cargueira

O foguete russo Soyuz-2.1a (nº S15000-049) com a nave cargueira Progress MS-18 foi lançado hoje do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, às 21:00:32.525 hora da Brasília – ou 03:00:32.525 hora de Moscou (00:00:32.525 UTC). O objetivo é abastecer a estação espacial internacional. A espaçonave leva 560 kg de propelente (N2O4 e UDMH) de reabastecimento, 420 litros de água potável, 43 kg de ar e oxigênio em tanques dedicados, totalizando 1.490 kg de equipamentos e materiais gerais, e suprimentos sanitários, médicos e higiênicos; itens de vestuário, rações alimentares padrão e comida fresca, bem como embalagens para os experimentos “Matryoshka-R”, “Biomag-M”, “Aseptic”, “Structure” e “Photobioreactor”.

Image

O foguete foi decorado em homenagem ao 800º aniversário de Nizhny Novgorod, a pedido do governador Gleb Nikitin. Uma faixa com elementos gráficos em estilo khokloma, tradicional de Gorodets, foi aplicada aos tanques de querosene dos blocos laterais do primeiro estágio e nos paineis de cauda do terceiro estágio. Um adesivo de vinil com uma inscrição de felicitações pelo aniversário foi colado no segundo estágio. Na seção de cauda do terceiro estágio, mais uma faixa alusiva à arte khokloma foi adesivada.

Parâmetros da órbita da Progress MS-18 (“máquina” nº 447): Período orbital de 88,54 minutos, com inclinação orbital de 51,67 graus e tendo como perigeu 193 km e apogeu de 240 km.

Espaçonave Progress MS, de 7.400 kg de massa, 7,2 metros com a sonda de engate estendida e 2,72 metros de diâmetro na saia que abriga o motor principal e o segmento traseiro do radiador

O trajeto orbital da Progress MS-18 deverá seguir um perfil de encontro de dois dias com a ISS e sua acoplagem na porta traseira do Módulo de Serviço está programada para 30 de outubro, às 04:33, horário de Moscou (22:33 de 29 de outubro em Brasília). Será a primeira nave a acoplar nesta porta desde a partida da Progress MS-14 em abril passado. Durante esse período, a câmara de transferência que conecta ao interior do Zvezda permaneceu fechada para minimizar o vazamento de ar que é resultado de uma fissura na carcaça de aluminio-magnésio da câmara.

A bordo da estação espacial internacional estão os tripulantes Akihiko Hoshide, Thomas Pesquet, Shane Kimbrough, Megan McArthur, Anton Shkalerov, Pyotr Dubrov e Mark Vande Hei. No dia 31 uma nave Crew Dragon C210 deve ser lançada com astronautas dos EUA e Alemanha para render Hoshide, Pesquet, Kimbrough e McArthur, que retornarão na sua Crew Dragon C206.

Fase de voo do primeiro e segundo estágios operando em conjunto
Após o terceiro estágio do foguete ser descartado, uma válvula de alívio de pressão do tanque de oxigênio líquido é usada como propulsor de afastamento, enquanto a nave segue em órbita e estende seus painéis solares – Imagem NASA/Roskosmos

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: