Artemis I – Espaçonave Orion sendo integrada ao foguete

Primeiro veículo a ser lançado é montado na Flórida

Seção superior da carenagem da Orion/Artemis, com a torre de escape

As tarefas de ’empilhamento’ finais para foguete Sistema de Lançamento Espacial (Space Launch System, SLS) da NASA estão em andamento no interior do edifício de montagem de veículos (VAB – Vehicle Assembly Building) no Centro Espacial Kennedy (KSC). A espaçonave Orion foi içada ao topo do foguete para a missão Artemis I. Engenheiros e técnicos da Exploration Ground Systems (EGS) fixaram a espaçonave em um dos guindastes de 325 toneladas no VAB de seu transportador na baia 4 (High Bay 4) e começaram a içá-la um pouco depois da meia-noite no horário da Flórida.

Espaçonave Orion com o adaptador

O trabalho interno do módulo da tripulação da Orion para o Artemis I foi concluído e a escotilha do módulo de tripulação (Crew Module, CM) foi fechada e travada. A verificação de hermeticidade da vedação da escotilha foi completada. A escotilha da coifa também foi fechada. A equipe está se preparando para o teste de vazamento de purga estrutural dos módulos da tripulaçao e de serviço. A equipe do Launch Abort System Facility (LASF) encerrou o trabalho de vulcanização em temperatura ambiente (Room Temperature Vulcanizing – RTV) na armação de suporte do adaptador do motor (Motor Adapter Truss Assembly – MATA) e as linhas de emenda dos painéis e na conexão dos encaixes tangenciais, selos aerodinâmicos e amortecedores de mola. A equipe de montagem prepara agora o acesso ao Módulo de Serviço (SM) para fazer uma verificação de ajuste da manta de isolamento do o Motor do Sistema de Manobra Orbital (Orbital Maneuvering System Engine, OMS-e), bem como acesso ao Módulo de Tripulação para finalizar a configuração do interior para rolar para o VAB enquanto as verificações funcionais da escotilha foram realizadas. A pintura da bandeira dos EUA começará em breve. Após a conclusão bem-sucedida do Teste mecânico de Liberação e Retração de Umbilicais (Umbilical Release and Retract Test – URRT), a equipe EGS (Exploration Ground Systems) realizou várias inspeções. As interfaces “T-0” e seus umbilicais foram inspecionados quanto a qualquer dano relacionado à retração e a equipe de engenharia revisou os dados de telemetria e as imagens da câmera de alta velocidade em busca de quaisquer anomalias no teste. Nenhum problema foi identificado e os umbilicais foram acomodados na configuração necessária para o Teste Modal Integrado (Integrated Modal Test – IMT).

Seção de cabeça

A seguir, a espaçonave foi movida para o topo do estágio superior do foguete SLS. Após a fixação estrutural, as cablagens elétricas e de dados entre a espaçonave e o foguete serão concluídas, em conjunto com as conexões umbilicais da mesa móvel de lançamento ‘mobile launcher’. A espaçonave, abastecida de propelentes e pronta para vôo, foi transportada do Launch Abort System Facility (LASF) para o VAB durante a noite de 18 a 19 de outubro, chegando à High Bay 4 no início da manhã. Trabalhando em turnos 24 horas, a equipe de operações integradas de EGS e Jacobs conectou um dispositivo de içamento especializado à torre do Sistema de Abortamento de Lançamento (Launch Abort System – LAS) da nave. As carenagens ejetoras do adaptador (Spacecraft Adapter Jettison – SAJ) em torno do Módulo de Serviço foram instaladas enquanto a espaçonave ainda estava no Edifício de Operações e Check-out Armstrong no KSC. Os dois conjuntos de carenagens serão lançados separadamente durante a subida, após o veículo Artemis 1 sair da baixa atmosfera.

Montagem dos cubesats no adaptador

Embora o sistema de escape da Artemis 1 seja inativo para o vôo de teste sem tripulantes, a carenagem de cabeça ogival sobre é projetada para funcionar com os motores de salvamento LAS em caso de emergências durante futuros lançamentos tripulados. Depois que a torre LAS foi montada no topo do Módulo da Tripulação no LASF, seus painéis ogivais foram montados antes que centenas de fixadores fossem usados ​​para conectar os painéis. Também foram instalados amortecedores de mola e encaixes tangenciais para completar a montagem da coifa. Em seguida, as equipes abaixaram-na sobre o foguete totalmente montado e conectaram-na ao Orion Stage Adapter. Isso exigiu que a equipe EGS alinhasse a espaçonave com o adaptador antes de conectar os dois conjuntos. Esta operação levou várias horas para garantir que a Orion esteja corretamente instalada.

A Exploration Ground Systems é baseada no Kennedy Space Center e tem a tarefa desenvolver e operar os sistemas e instalações necessários para processar e lançar foguetes e espaçonaves durante a montagem, transporte e lançamento.

Perfil da missão Artemis I

A junção ao SLS é feita pelo Adaptador Estágio/Orion – Orion Stage Adapter (OSA) – que conecta o foguete à carga útil principal. O OSA também é o suporte para os dez CubeSats secundários que irão viajar junto com a Orion e o segundo estágio ICPS até a Lua.

Depois de permanecer na área de espera na Instalação de Processamento de Cargas Múltiplas (Multi-Payload Processing Facility) desde o final de julho, o OSA, com seus CubeSats, foi transportado para a High Bay 4 em 4 de outubro. Treze CubeSats foram manifestados em gavetas ejetoras (dispensadores) no OSA, mas logística, desenvolvimento, e problemas da pandemia impediram que três deles fossem concluídos a tempo. O OSA e as cargas úteis aguardaram a conclusão da primeira etapa de testes de sistemas de solo no VAB, incluindo dados para o Teste Modal Integrado antes da instalação dos insumos e do carregamento final das baterias.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

Compre os e-books da Biblioteca Espacial Brasileira:

CONTRIBUA ATRAVÉS DO PIX DO HOMEM DO ESPAÇO: homemdoespacobr@gmail.com

BIBLIOTECA ESPACIAL

E-book Estações Espaciais Volume I

E-book Estações Espaciais Volume II

E-book Naves Espaciais Tripuladas

E-book Compêndio da missão EMM-1 dos Emirados a Marte

E-book Compêndio Satélites Militares

E-book Compêndio da missão Soyuz 9

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: