Cargo Dragon SpX-23 da SpaceX programada para lançamento sábado

Nave C208 deve levar cargas para a ISS

A SpaceX está planejando lançar sua nave Cargo Dragon 2 para a Estação Espacial Internacional a partir do complexo de lançamento LC-39A programado para não antes de 28 de agosto, às 07:37 UTC (04:37 Brasília), alternativamente 29 de agosto a 03 de setembro com base em avisos NOTMAR e NOTAMs.

Foguete-portador será o Falcon 9 FT 1.2 BL5 B1061.4

O foguete Falcon 9 da SpaceX com a nave Cargo Dragon SpX-23 (cápsula C208) está no Kennedy Space Center na Flórida, em preparação para a próxima missão de Serviços de Reabastecimento Comercial-2 (CRS-2) da NASA para a estação. A aterrissagem do primeiro estágio B1061.4 do foguete Falcon 9 a deve ocorrer a 300km de distância de Cabo Canaveral, na nova balsa-drone ‘A Shortfall of Gravitas‘, incluindo uma queima de ‘boostback’ (retorno) parcial. Destroços do segundo estágio devem reentrar ao sul da Austrália na primeira órbita.

Foguete Falcon 9 FT 1.2 BL5 separado em seu “core” de primeiro estágio recuperável, o segundo estágio com a tubeira estendida do motor Merlin 1DVac, a coroa adaptadora de carga útil e a espaçonave Cargo Dragon

As datas escolhidas para o lançamento são:

Data primária = sábado, 28 de agosto às 07:37 UTC.
Data reserva nº1 = Domingo, 29 de agosto às ~ 07: 14 UTC.
Data reserva nº2 = segunda-feira, 30 de agosto às ~ 06: 52 UTC.
Data reserva nº3 = terça-feira, 31 de agosto às ~ 06: 26 UTC.
Data reserva nº4 = quarta-feira, 1 de setembro às ~ 06: 03 UTC.
Data reserva nº 5 = quinta-feira, 2 de setembro às ~ 05: 41 UTC.
Data reserva nº 6 = sexta-feira, 3 de setembro às ~ 05: 18 UTC.

Ascensão inicial do foguete com pouso do primeiro estágio em balsa-drone
Reentrada do segundo estágio
Perfil do lançamento
Cargo Dragon SpX-23 (cápsula C208)

Uma vez lançada no dia 28, ela se aproximará e se acoplará de forma autônoma no adaptador de acoplamento internacional avançado IDA-2, instalado no compartimento PMA-2 do módulo americano Harmony, com experimentos científicos e suprimentos para a tripulação. A espaçonave vai levar uma variedade de investigações científicas da NASA, incluindo um estudo sobre prevenção e tratamento da perda de densidade óssea, uma que vai testar diagnósticos que podem detectar e mitigar distúrbios de visão e um novo braço robótico para demonstração que pode revelar usos potenciais em terra, inclusive no socorro a desastres. A cápsula também vai levar materiais, incluindo concreto, compostos de fibra de vidro e substâncias que podem oferecer proteção contra radiação para investigar como eles respondem ao ambiente hostil. Além disso, experimentos nanofluídicos e educacionais usarão as novas instalações de pesquisa a bordo do laboratório orbital.

A espaçonave deve levar uma serie de pequenos satélites para serem ejetados a partir da ISS: O SPACE-HAUC da University of Massachusetts, Lowell , EUA, de 4 kg; o CAPSat da Universidade de Illinois, Urbana-Champaign com 4 kg de massa; o Amber IOD 3; o CUAVA 1 do Australian Research Council Training Centre for CubeSats da Universidade de Sydney, Austrália, de 1 kg; o Binar 1, e o PR-CuNaR2 da Universidade Interamericana de Porto Rico, de 2,5 kg.

A NASA TV transmitirá o lançamento e a acoplagem e os engenheiros de voo astronautas Shane Kimbrough e Megan McArthur estarão monitorando a chegada do Cargo Dragon. As transferências de carga ainda estão em andamento dentro do cargueiro espacial Cygnus da Northrop Grumman conectado ao módulo Unity. O comandante Akihiko Hoshide da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão fez parceria com o engenheiro de vôo Thomas Pesquet da ESA descarregando algumas das quatro toneladas de carga embaladas dentro da Cygnus durante a tarde de hoje.

Este será o segundo voo espacial desta espaçonave específica, sendo designado C208.2.

Conheça mais sobre exploração espacial no Curso Introdutório de História e Fundamentos da Astronáutica

Curso de Introdução à Astronáutica

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: