Preparação final do Soyuz-2.1b para a OneWeb F8 em Vostochny

O lançamento está programado para 1º de julho às 15:48, horário de Moscou – 09:48 de Brasília

O foguete é montado vazio, eletricamente neutralizado, sem propelentes nem gases e fluidos associados. As tubeiras dos motores são vedadas com tampas de metal e fibra plástica vermelhas e aparelhos de remoção de umidade são instalados nos dutos de ventilação de cada baia de motores.

No cosmódromo de Vostochny, uma reunião da Comissão Estatal para testes de foguetes sobre a prontidão para o transporte para a plataforma e preparação para o lançamento do foguete-portador Soyuz-2.1b (número de série Kh15000-009 ) sob o programa OneWeb (missão No. 48, ou F8) foi realizada. O lançamento desses novos trinta e seis satélites europeus para internet está programado para 1º de julho de 2021 às 15:48, horário de Moscou. Este será o quinto lançamento totalmente comercial de Vostochny, implementado sob contratos entre a Glavkosmos com as Arianespace e Starsem para a OneWeb deste cosmódromo.

No edifício de montagem e teste (MIK – Montazhno-Ispitatelni’ Korpus) do cosmódromo Vostochny, uma equipe de especialistas da Roskosmos – o Centro Espacial Vostochny (uma filial do Centro de Operação de Infraestrutura Espacial Terrestre – TsENKI) e o Centro de Foguetes Espaciais RKTs Progress – concluiu a montagem do Soyuz-2.1b / Fregat em 25 de junho com os satélites como parte da missão 48.

O emblema da missão F8

De acordo com o cronograma de trabalho, a “seção de cabeça” (composta pelo estágio superior Fregat 112-15 e os satélites sob a carenagem tipo 81КS número V15000-051, junto com o adaptador nº 123-12 aparafusado ao terceiro estágio) foi integrada com o primeiro e segundo estágios (o “pacote”, como eles os chamam). No final da integração, foram montadas as ligações elétricas e instalados os dutos para controle de temperatura. Neste momento, o foguete é instalado na unidade de transporte e instalação TUA (transport aggregatny ustanovka) antes de ser transportado para a plataforma de lançamento.

O lançamento do Soyuz-2.1b com os OneWeb está previsto para o próximo dia 1º de julho, e se tornará o quinto tiro comercial do cosmódromo “oriental”. O lançamento ocorrerá como parte dos contratos entre a Glavkosmos (uma subsidiária da empresa estatal Roscosmos) com o provedor europeu de serviços de lançamento Arianespace (operadora de lançamentos para a OneWeb usando o Soyuz) e a Starsem, que gerencia o uso do Soyuz em missões comerciais.

Na sequência, com base nos resultados dos relatórios, a Comissão Estatal decidiu rebocar o foguete do MIK e instalá-lo na posição vertical na mesa de lançamento em 28 de junho. O início do transporte para o complexo de lançamento foi agendado para a 01:00 hora de Moscou (07:00 hora local), após o que os especialistas da Roscosmos começarão a trabalhar de acordo com o cronograma do dia de lançamento. No sábado, e hoje, domingo, houve preparativos ativos para o recebimento do foguete espacial.

Foguete Soyuz 2.1b (‘máquina’ 14A14 2.1b) em configuração usada para os OneWeb, com a coifa tipo 81KS, similar em desenho à antiga carenagem dos lançadores Ariane 4 da Arianespace.

O contrato entre a Arianespace e a OneWeb, originalmente para 21 lançamentos de foguetes Soyuz de Baikonur, Vostochny e Kuru (na Guiana Francesa) foi assinado em junho de 2015. Em setembro de 2020, a OneWeb anunciou que o número foguetes russos contratados havia sido reduzido para dezenove. Seis já foram realizados: dois de Baikonur, quatro de Vostochny e um de Kuru, e 218 satélites foram colocados em órbita.
A OneWeb vai começar a oferecer comunicações comerciais via satélite no final de 2021 e até o final de 2022 espera ter uma constelação de 648 satélites, de Internet de banda larga para usuários em todo o mundo. Os satélites são designados com números individuais não consecutivos.

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: