SpaceX lançará Sirius SXM-8 amanhã

Satélite de transmissão on-demand de rádio se juntará ao Sirius SXM7 a constelação da Sirius Radio

O satélite Sirius / SXM Sirius-FM8 será lançado da plataforma SLC-40 da estação da Força Aérea americana CCAFS em um foguete Falcon 9 Block 5 FT v1.2 da SpaceX em 6 de junho de 2021, domingo, entre 04:26-06:25 UTC. A Marinha Americana apoiará o In-Orbit-Testing (IOT), teste em órbita, quando a espaçonave estiver estacionada a 120,5 graus. Esse IOT vai durar nominalmente por 21 dias com um adicional de 9 dias de contingência. O foguete (core) B1061.3 lançou anteriormente astronautas para a ISS nas missões Crew-1 e Crew-2. Após a separação do estágio, a SpaceX pousará o primeiro estágio do Falcon 9 na barca-drone ‘Just Read the Instructions’, que estará localizada no Oceano Atlântico – rebocada pelo barco Finn Falgout. As duas metades da coifa serão recuperadas no mar pelos navios de busca Go Searcher e Go Navigator. Um webcast ao vivo da missão começará cerca de 15 minutos antes do lançamento. O satélite, que pesará quase 7.000 kg durante o lançamento, foi construído na 1300-CLASS PLATFORM da Maxar. O SXM-8 foi projetado para oferecer serviço por 15 anos ou mais. Uma vez em órbita, o SXM-8 irá desfraldar sua grande antena refletora. Este refletor permitirá que a programação do SiriusXM alcance rádios móveis, como os de veículos em movimento.

O satélite tem um motor R-4D-15 HiPAT (produzindo 445N em Dual Mode High Performance (375-para-1) , um motor bi-propelente desenvolvido pela Aerojet Rocketdyne, compacto, pesando 5,44 kg), e quatro propulsores de plasma SPT-100 (SPT-100 é um motor iônico de efeito Hall. SPT significa Propulsor de Plasma Estacionário. Ele cria um fluxo de íons de xenônio, eletricamente carregado, acelerado por um campo elétrico e confinado num campo magnético. É fabricado pela OKB Fakel russa).

Sua eletricidade é gerada por dois painéis solares e acumulada em baterias.

Eventos do lançamento até a entrada em órbita

00:01:12 Max Q (pico de estresse mecânico no foguete)
00:02:33 Corte dos motores do 1º estágio (main engine cut-off – MECO)
00:02:36 1º e 2º estágio separados
00:02:44 ignição do motor Merlin Vac do 2º estágio
00:03:23 descarte da coifa de cabeça
00:06:31 1º estágio ignição de reentrada
00:08:12 corte do motor do 2º estágio (second stage engine cut-off – SECO)
00:08:40 pouso 1º estágio na barca-drone Just Read the Instructions
00:26:07 motor do 2º estágio reinicia
00:26:51 segundo corte do motor do segundo estágio (SECO-2)
00:31:42 SXM-8 é liberado

“A Maxar e a SiriusXM têm um relacionamento de décadas e estamos entusiasmados em entregar o nono satélite que construímos para eles desde 2000”, disse Paul Estey, vice-presidente executivo para serviços de programas espaciais da Maxar. “O SXM-8, construído no comprovado chassi da classe 1300, é duas vezes maior e poderoso que a constelação SiriusXM de primeira geração construída pela Maxar.”

Tanto o SXM-7 quanto o SXM-8 operam no espectro da banda S. Cada satélite irá gerar mais de 20 kW de potência e tem a antena desfraldável, que permite a transmissão para rádios sem a necessidade de grandes antenas parabólicas no solo.

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet