Atualização 08/05 do estágio do CZ-5B Y2 rumo à reentrada

Probabilidade de danos a patrimônio e pessoas é mínimo

Space-Track: reentrada em 09 de maio/ 02:27 +-03:00 h UTC
EUSST: reentrada em 09 de maio 02:11/ +-03:10h UTC
Aerospace Corp: reentrada em 09 de maio/ 03:22 +-04:00h UTC

Trajetória do estágio: ícone vermelho, início da zona de queda; verde, fim da zona de queda. imagem- EU-SST
Relação Sinal-Ruído (SNR): a relação entre a potência do sinal e a potência do ruído detectada pelo radar BIRALES durante uma passagem, com periodicidade dos picos visíveis a cada 2,5 segundos
Variações do Doppler com período de 4,5 segundos detectado pelo radar MFDR-LR durante a passagem, que ajudam a inferir a rotação do objeto
Trajetória do CZ-5-500 do Y2 pelo EU Space Surveillance and Tracking às 18:00 h de 7 de maio
Foguete CZ-5B nº Y2
Estágio CZ-5-500

Enquanto a maioria dos estágios superiores entra em órbita e eventualmente reentra devido ao arrasto atmosférico, os primeiros estágios da maioria dos foguetes descartáveis ​​não atingem velocidade orbital e reentram na atmosfera e caem em uma zona de reentrada predefinida. Em geral, prevê-se que entre 60 e 80% do estágio queime durante a reentrada em alta velocidade na atmosfera, o que significa que alguns componentes que consistem em material resistente ao calor devem atingir a superfície. Em uma entrevista coletiva no dia anterior, Wang respondeu a uma pergunta sobre a situação apenas reiterando que “a China está sempre comprometida com o uso pacífico do espaço”.

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet