Progress MS-17 sendo inspecionada para lançamento à estação espacial

A nave estava em acondicionamento desde março do ano passado

Progress MS-17 na instalação de inspeção e teste 11T366 – Montazhno-stykovochnoye oborudovaniye MSO. foto – RKK Energiya

No prédio de montagem e teste (Montazhno Ispitatelny Korpus– MIK) do local nº 254 do cosmódromo de Baikonur, foram concluídas as obras de reativação do veículo de transporte de carga Progress MS-17, que se encontrava em modo de armazenamento após ser entregue no complexo técnico no dia 10 de março do ano passado. Depois que a espaçonave foi instalada na plataforma de inspeção e teste 11T366, especialistas das subsidiárias da Roscosmos, a RKK Energia e o Centro Espacial Yuzhny (uma filial do TsENKI – Centro de Operação de Instalações de Infraestrutura Espacial em Terra) realizaram um exame externo estado dos sistemas de bordo, montaram os andaimes de acesso e prepararam a espaçonave para os próximos testes elétricos e verificação da hermeticidade dos sistemas de regime térmico. Amanhã, terão início os testes e preparação da espaçonave para lançamento na 78ª missão de abastecimento da Estação Espacial Internacional.

O lançamento do foguete Soyuz-2.1a com o veículo de transporte está programado para 30 de junho próximo no cosmódromo de Baikonur. Ele levará à tripulação da 65ª expedição de longa duração 2,5 toneladas de cargas diversas para sustentar a estação e os astronautas (combustível e equipamentos , oxigênio, água, roupas, alimentos para astronautas, etc.).

O cargueiro Progress MS-17, com lançamento previsto para 30 de junho, preparará a estação para o encontro com o módulo científico Nauka, a seu lançado em 15 de julho. O Nauka terá um adaptador na porta de acoplagem passiva, permitindo que espaçonaves Soyuz tripuladas e as naves Progress de carga acoplem no módulo. No entanto, o adaptador irá interferir com o acoplamento do módulo de interconexão Prichal ao Nauka , então o Progress MS-17 terá que levá-lo consigo ao se desacoplar da estação. Espera-se que em 2 de julho o Progress MS-17 seja acoplado ao compartimento Poisk e, no final de outubro, seja movimentado e re-acoplado ao módulo Nauka. Depois disso, o cargueiro espacial deixará da estação, levando com ele o adaptador. Como resultado, a porta de engate para receber o módulo Prichal será liberada. (O Prichal deverá ser lançado em 24 de novembro).

Módulo MLM-U Nauka
Módulo Nauka. O adaptador de engate passivo está à direita, fechado por uma placa circular metálica vermelha – fotos RKK Energiya
Compartimento muiltiplo de acoplagem Prichal

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet