SpaceX adquire terminal marítimo em Long Beach

Contrato foi aprovado na segunda-feira

O Conselho de Comissários do Porto de Long Beach aprovou na segunda-feira um novo contrato de sublocação com a SpaceX – para fornecer à empresa um terminal marítimo para suas operações de recuperação de foguetes na Costa Oeste. As novas instalações permitirão uma assistência aos lançamentos de satélites Starlink em órbitas polares a partir da base de Vandenberg AFB.

A sublocação proposta prevê um prazo de dois anos, com início em 1º de maio próximo, e autoriza a SpaceX a usar as instalações para atracação de navios, barcaças e outras embarcações, e atividades relacionadas em relação às suas operações de recuperação de equipamentos de lançamento de espaçonaves no mar , incluindo o descarregamento do equipamento por guindaste.

O documento HD-21-248 adota a resolução e autoriza o Diretor Executivo a executar a sublocação com a SpaceX para permitir o uso de aproximadamente 2,85 de terra firme, 3,54 acres de terra submersa e melhorias localizadas na Estrada Nimitz 2700 e faz a determinação de que a ação está categoricamente isenta das disposições da Lei de Qualidade Ambiental da Califórnia.

No sábado, 1º de maio, a empresa assumirá parte de uma instalação à beira-mar em Long Beach, equipada com cais, desocupada há pouco mais de um ano pela Sea Launch, uma empresa de lançamento de satélites comerciais que estava sediada no Porto há 20 anos .

“Estamos extremamente satisfeitos por chegar a um acordo que trará a Space Exploration Technologies Corp. ao porto de Long Beach. Este pacto beneficiará ambas as partes ”, disse o presidente da Comissão do Porto de Long Beach, Frank Colonna. “Damos as boas-vindas à SpaceX na família do Porto.”

“Este é um bom acordo para o Porto, pois oferecemos as instalações e serviços líderes do setor que são perfeitamente adequados para a missão da SpaceX”, disse Mario Cordero, Diretor Executivo do Porto de Long Beach. “Gostaria de parabenizar nossa equipe do Porto, especialmente nossa divisão de ativos imobiliários, por desenvolver este acordo com a SpaceX.”

A SpaceX ocupará cerca de 6,5 acres no Píer ‘T’ do Porto, que já foi o local de um complexo da Marinha dos EUA. A empresa utilizará o cais existente no local para atracar seus navios e descarregar equipamentos. A área negociada oferecerá espaço para descarregar os ‘cores’ de Falcon 9 do que o antigo local do Porto de Los Angeles na Miner Street – que exigia um fechamento parcial da estrada de aecssso para se trazer e posicionar o guindaste. O contrato inclui não apenas o Pier 16, mas cerca de 6131.6 m2 de espaço para escritórios e depósitos. O armazém de 5759 m2 na Nimitz Road nº 2.700 tem um segundo andar com 371m2, que provavelmente serão usados para escritórios.

Author: homemdoespacobrasil

Sua referência em Astronáutica na internet

%d bloggers like this: